3 de setembro de 2010

"encaixando" o relacionamento...

"metade da laranja", "alma gêmea", "meu outro pé de sapato", "o par perfeito" ... quando alguém busca um relacionamento, normalmente busca encontrar isto, ou pelo menos expressamos querer encontrar isto...alguém que se encaixe em nossos sonhos, em nossas expectativas...tipo aqueles brinquedos de infância.
Eu mesmo sempre busquei isto, na realidade seria muito doido a gente ficar procurando alguem muito diferente da gente, mas, o que sempre me aconteceu, e acho que com a maioria das pessoas, é encontrar justamente o contrário...
E eu me perguntava, porque sempre me envolvo com gente doidinha? hehehe
Na realidade, não eram as pessoas que eram doidinhas, não é meu atual "namorido" que é doidinho, eu é que sou um louco, pois passei um tempão encontrando pessoas diferentes e tentando encaixa-las no meu "projeto de vida",  nos ideais que EU acreditava.
OU seja, eu tinha um "projeto", uma receita, do que eu considerava a vida ideal, e ficava sempre procurando os ingredientes da receita, no trabalho, na vida, nos relacionamentos, e tal qual numa receita, quando não encontrava o ingrediente necessário, eu acabava usando outro parecido, mas tentando chegar no mesmo sabor...
Tipo, bife de soja, ou linguiça de frango...olha, eu sou vegetariano convicto há 30 anos, mas achar que bife de soja engana...
No final, eu acabava não aproveitando todos os sabores da vida, pois estava sempre em busca da peça certa, e no caso do relacionamento, do cara que acreditasse nas mesmas coisas que acredito, que tivesse sonhos parecidos, sem ao menos tentar perceber que os sonhos do outro poderiam ser ate mais interessantes que os meus!
O que vinha do outro, que não me agradava, se tornava um motivo para eu tentar modifica-lo, convencê-lo que de outro jeito era melhor!
Eu não percebia que o que o outro trazia para o relacionameto poderia ser importante, legal, e que eu mesmo poderia aprender muito com meu parceiro. Eu não percebia que minha busca pelo perfeito me levava direto para o "imperfeito", claro! ninguem ia encaixar no meu projeto, pois eu não fiz o projeto com a pessoa, ela é que estava a serviço de minha receita!
Cara, como isto mudou nos ultimos tempos! Atitudes e objetivos do meu parceiro, que eram "issues", passaram a ser divertidos, passaram a ser importantes para eu questionar meus valores!
Meu "bofe" por exemplo, é muito "impontual", e eu sou pontual, mas eu era pontual apenas para ser pontual, para cumprir a regra (adoro regras), não porque era importante para mim, apenas tinha que chegar na hora certa! Agora estou aprendendo a ser menos estressado com isto, e me surpreendo que sempre acabao chegando..na hora certa...porque em algumas situações, minuots de atraso não são tão importantes assim!

Acho que é por isto que tem muita gente sozinha, ou muita gente que não acredita em relacionamentos...

Mas utilizar na receita os ingredientes que encontra não é ser conformado, não é se contentar com pouco, é tornar a vida mais...vida...menos projeto, menos ideal, menos sonho, mais real. Outro dia alguem, acho que foi na tv, disse algo como "ser feliz não é apenas seguir seus instintos, é conhecer seus instintos para poder escolher seus caminhos"...

E acho que é bem por ai!...e você? ja encontrou alguém que se encaixa no seu projeto?


Bom, estou indo para o Rio para o feriado! E, me desculpem meus conterrâneos paulistanos, espero que chova em sampa, o ar seco tá me matando!

4 comentários:

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  2. Anônimo4:04 PM

    Veja http://www.youtube.com/justicaemquestao#p/u/8/aI6O9n3ukNM
    Abs

    ResponderExcluir
  3. palmas! muitas e muitas palmas!
    concordo plenamente com tudo q vc disse!
    é exatamente isso mesmo!

    ResponderExcluir
  4. Estou lendo agora, o que você escreveu a dois anos. Atemporal.
    Gostei bastante do seu blog. Não sou pai e nem tenho um companheiro, mas tenho planos e, de fato, gostaria muito de encontrar alguém com um caminho paralelo ao meu, para facilitar uma fusão de projetos. Valeu a dica.

    ResponderExcluir

Obrigado por seu comentário! Assim que possível lhe dou um retorno!