11 de janeiro de 2015

É só agendar no POUPATEMPO!


Há alguns minutos eu estava falando com o José Soares, que veio me perguntar se eu estava mudando meu estilo de postagem ou estava em crise de identidade...
EXPLICO... eu tenho o hábito de "anotar" temas sobre os quais gostaria de escrever como POSTAGENS FUTURAS e como fiquei uns dias sem dar a devida atenção ao meu BLOG estes posts enigmáticos - com apenas uma frase - foram publicados, o que ficou bem esquisito!
Além do episódio confirmar que o Zé é um cara para lá de especial e carinhoso, o assunto CRISE DE IDENTIDADE veio á baila..
No final do ano é comum as pessoas vibrarem no binômio "balanço da vida e planos futuros", e muitas vezes isto pode desembocar numa certa "perda temporária de RG"... não é mesmo?
A nossa vida, a história do mundo, a ciência, é sempre marcada - melhor seria dizer organizada - por ciclos, com começos meios e fins... temos esta necessidade, e o começo de um novo ano é muito propicio a fechar um ciclo e rever o que foi feito. Aliás acabo de ler um post do Railer falando sobre uma garota que se suicidou, fortemente relacionada a esta questão dos balanços finais...

E eu já fiz este balanço algumas vezes...e como minha filha não lê este blog, eu posso contar para vcs... 
Faz algum tempo eu deixei com minha irmã uma carta para minha filha... se me acontecer alguma coisa... não é uma carta de despedida, é uma declaração de amor, algo que pode finalizar o que sempre tentei demonstrar  e que de certa forma não poderei mais fazer pessoalmente se algo acontecer... Não é uma carta de controle, pedindo que ela faça isto ou aquilo, não tem nenhuma revelação bombástica do tipo novela mexicana, é só mesmo uma despedida... que deixa recados de amor para ela e para outras pessoas 
Eu já troquei esta carta duas vezes, porque ela foi crescendo, porque pessoas entraram e sairam da minha vida, porque amadureci,  e achei que deveria falar as coisas de outra forma...é muito mais do que uma despedida, é assumir a tal "responsabilidade por aqueles que ama" como diria o Exuperry... que morreu num acidente de avião e com certeza não teve tempo de fazer algo parecido...
Hoje, com ela maior, eu tenho menos mêdo de "faltar" para ela - uma eterna preocupação dos pais e mães - pois sei que ela vai se virar bem sem eu... é só amor mesmo...Quando ela era menor eu achava ainda mais importante que acho hoje, eu tinha mais medo de deixa-la desamparada, e até cheguei a pedir que minha irmã assumisse a guarda dela.
Isto pode parecer "prá lá de morbido" mas eu achei que era importante. A morte não é uma possibilidade, é uma certeza, e falar sobre ela é mais importante do que muitos imaginam...

E você, já pensou em deixar uma carta para alguém?



12 comentários:

  1. Concordo com vc meu caro! A morte é a úncia coisa certa nesta vida. Infelizmente nossa cultura ocidental não lida bem com esta idéia e a grande maioria das pessoas fogem do assunto e nem mesmo cogitam dela em suas idéias. Eu não escrevi nada, não sei se escreverei. Mas falo desta certeza frequentemente com família e principalmente com Elian. O q penso, o q desejo, o q sinto, as possibilidades, tudo pelo lado mais pragmático. Tenho tudo preparado e documentado neste campo. Enfim! A morte é a sequência natural da vida. Elas não são antiteses mas síntese mesmo.

    Beijão

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. tem lado mais pragmático, doação de orgãos, cremação, já falamos abertamente em casa e já cumprimos com outros que ja se foram, tem um monte de papel organizando as coisas, esta carta é só despedida mesmo! beijo bratz, saudade

      Excluir
  2. ps: Tb estava estranhando por demais seus úlitmos posts, inclusive demorei a comentá-los ... esperando compreender melhor o q se passava ... rs ... pensei aqui com meus botões: o rapaz pirou!!! kkkkkkkkkkk

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. é... o amigo ficando gagá e o povo só se divertindo.... tô sabendo! rsrsrsr

      Excluir
  3. Eu vi os posts sem nada e pensei que estivesse caducando... sorry..kkk

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. é... o amigo ficando gagá e o povo só se divertindo.... tô sabendo! rsrsrsr

      Excluir
  4. Nunca escrevi uma carta para alguém mas tenho uma pessoa que sabe a maneira de conseguir todas as minhas passwords de sites e outras coisas que tenho, para caso me aconteca algo.. apague tudo :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. poxa, eu sou tão mané ,tão transparente, que não tenho nada a ser apagado! será que isto é bom ou ruim? rsrsrsr

      Excluir
  5. Então, eu já pensei sim, na verdade eu já até as escrevi uma vez, depois rasguei, mas tenho pensado em fazer uma caixa do tipo "só abra em caso de emergência". Uma coisa que acabei fazendo foi "aproximar" meus mundos, tem muita gente do "mundo real" que não sabe desse blogue... mas acabei trazendo muitos amigos que fiz pelo blogue para o mundo real, assim... Se algo acontecer, todo mundo ficará sabendo, por exemplo.

    Uma vez escrevi sobre isso, tem pouco tempo até...
    http://tinmanbr.blogspot.com.br/2014/06/e-se-eu-morrer.html

    Acho bacana a iniciativa de deixar a carta... Grande Abraço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Leo Latinha eu ja tinha lido o seu post e até comentado, mas confesso que não me lembrei dele na hora de escrever este...minhas cartas são mais antigas... mas fui lá reli seu post, e esta perfeito... abraços

      Excluir
  6. toda declaração de amor é um ato de vida, mesmo que seja póstuma!
    Seu amor pela filhota está vivo hoje e continuará vivo quando você não estiver mais aqui. Ficará vivo pela memória dela....Aquilo que faz você se preocupar menos com ela hoje é a certeza que esse amor "entranhou" nela como está entranhado em você!
    Tenho uma carta tambem, mas foi enviada para que alguem lembrasse do amor que um dia possuiu.....
    Talvez renda um post....
    Bjs

    ResponderExcluir
  7. Eu já fiz uma carta de despedida pra Blogsville que foi ao ar sem querer:

    Epitáfio

    ResponderExcluir

Obrigado por seu comentário! Assim que possível lhe dou um retorno!