30 de março de 2015

Faça como os animais....


A peça publicitária acima faz parte da nova campanha da RESERVA, uma marca de moda jovem descolada (e cara) que o pessoal adora. É claro que alguns podem criticar, dizendo que é apenas uma estratégia de marketing, que só fizeram a campanha para ganhar dinheiro, que se faz tudo pela midia e para virar noticia, e "piriri, pororó". Eu até concordo, não sei se este pensamento da RESERVA se reflete em sua politica de RH (já comprei para sobrinhos alguma vez na loja e nunca vi atendente gordinho), ou  se eles apoiam outras causas e etc... 
Mesmo que pensemos que é só uma "gotinha" no oceano para fazer rir e afagar as minorias eu acho legal. Acho que toda forma de combater o preconceito surte algum efeito ... Aliás, o contrário também, como fez a marca Sergio K, numa campanha durante a copa, considerada homofóbica, sexista e xenófoba, excelente exemplo de  "tiro no pé". (CLIQUE AQUI se não lembra da estória)

Eis as outras peças da campanha da Reserva, que falam sobre o PRECONCEITO:







11 comentários:

  1. eu não sei se eu gostei,
    quer dizer...
    eu não sei se eu entendi, na verdade...

    ResponderExcluir
  2. Não é por nada, entendo o conceito, mas não gostei da execução.
    Está tudo meio fora de contexto. As própria campanha atribui os rótulos aos "cabeças de cartaz" mesmo antes de o publico fazer por si mesmo.

    É impossível não julgar - e até os animais o fazem, na escolha de parceiro pro acasalamento ou de outro animais da mesma especie para constituir comunidades - e acho que em vez de pedir pra não se julgar, o que o autor acaba por querer dizer é "não ofenda o outro"
    mas tudo de uma forma meio negativa, como virou agora modinha, de fazer passar a mensagem através de uma guilt trip do publico alvo. que associando coisas erradas que já fez á peça exposta, se sente mal por as ter feito, como prevenção para as voltar a fazer.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. gostei desta tua explicação Miguel... achei interessnate o conceito de GUILT TRIP! obrigado por compartilhar!

      Excluir
  3. Eu gostei. E parece-me bem.

    ResponderExcluir
  4. Acho que teve o efeito contrário do que se pretendia.
    Reforçou os preconceitos.
    Sem contar o fato de colocar o ser humano como não-animal.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. eu não tinha visto deste jeito Dominus! olhando melhor acho que vc tem alguma razão! mas sera que invalida totlamente?

      Excluir
  5. Então, curti !!! Apesar de achar que eles deveriam tirar isso só da propaganda e colocar isso em prática nas suas lojas, acredito que o efeito seria bem mais positivo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eunão sei ao certo qual a politica de contratações, mas seria mesmo legal que se relfetisse no dia a dia das lojas e não so no marketing

      Excluir
  6. Ainda que seja uma campanha que tem por objetivo alavancar a venda de seus produtos com uma mensagem "humanista" ( como você mesmo escreveu...."uma gotinha".) eu achei melhor do que a campanha do Sergio K.

    ResponderExcluir
  7. Pois é... Muita gente comentou acima coisas que eu penso. Tem tantos problemas essa campanha que poderia ser tão legal que eu não sei se eu não gostei ou se estou sob efeito da decepção...

    ResponderExcluir

Obrigado por seu comentário! Assim que possível lhe dou um retorno!