3 de novembro de 2016

EMPATIA REACIONÁRIA

Resultado de imagem para empatia
Considerando EMPATIA como: a "capacidade" psicológica de tentar compreender e sentir como se fosse a outra pessoa, eu diria que sou uma pessoa bastante empática!  Mas nos últimos tempos a minha empatia parece estar sendo posta a prova...

Nos colocarmos no lugar da outra pessoa, andarmos com os sapatos dos outros, nos possibilita exercitar outras possibilidades para nossa vida, experimentar outras existências, a empatia nos possibilita ajudar o outro nos termos do outro, a empatia nos torna solidários, a empatia nos torna até mesmo mais humanos.

Eu não sei dizer ao certo se a empatia é uma "qualidade" inerente á pessoa, seé algo que é "processado" no cérebro ou no coração, provavelmente um pouco dos dois, pois a empatia é um aprendizado, um exercício que nos leva ao aperfeiçoamento. Eu fui voluntário do CVV por mais de dez anos e foi lá que eu efetivamente aprendi muito sobre empatia, mas eu já era empático, pois sem empatia não há solidariedade nem trabalho voluntário... só dá para para ser empático com honestidade e com sinceridade no coração, na alma.

Como pai, como educador, eu muitas vezes lanço mão do exercício da Empatia para ajudar minha filha a entender algumas atitudes minhas e dela, e até mesmo o limite de atuação de nossos papeis na vida. Quando ela era criança, algumas vezes, quando ela "aprontava" alguma coisa, eu pedia a reflexão dela: "se você fosse a mãe, ou o pai, nessa situação, o que você diria/faria com seu filho ou filha?". Mesmo hoje em dia, algumas vezes quando ela faz alguma coisa que me deixa preocupado, ou triste, eu peço que ela tente se colocar no meu lugar para entender minha atitude ou minha chateação/tristeza com ela... quem sabe eu tenho ajudado ela a aprender a ser empática com isso...

Resultado de imagem para empatiaMas nos últimos tempos eu tenho tido muita dificuldade de exercitar minha empatia em alguns aspectos. Gays reacionários (ou de direita) são um bom exemplo disso. Eu não consigo entender um LGBTT que apoia o TRUMP - ou o Bolsonaro. Não precisa "gostar" do Jean Willys, (eu também tenho minhas restrições com ele) mas também não dá para ser contra tudo que ele defende e luta para mudar. Quer outros exemplos? Eu não consigo ser empático com a dupla Dolce/Gabanna dizendo que são contra gays terem filhos, nem com o único vereador gay assumido de São Paulo (que eu me recuso até a dizer o nome)  ser contra a secretaria da diversidade... nossa, como é difícil me colocar no lugar dessas pessoas!

Racionalmente eu até entendo (não quer dizer concordo) quem critica o "movimento" LGBTT, dizendo que não é representativo, que não ouve nem mobiliza a sociedade para as lutas. Racionalmente eu até entendo que as pessoas tenham sido criadas em ambientes  opressivos e não consigam imaginar um mundo diferente do "normal" -  e terem muito medo disso. Eu entendo quando o  Paulo Freire que diz que "dependendo da educação, o sonho do oprimido é se tornar opressor".
Racionalmente eu entendo, mas emocionalmente eu não compreendo... 

A minha primeira sensação é que falta empatia a essas pessoas, empatia para entender quantas pessoas sofrem pela falta de direitos, pela perseguição e pela violência. Eu diria que estas pessoas lgbtt ,que defendem políticos que são contra os direitos LGBTT são "xaropes", loucos "de carteirinha", "manés" e "idiotas".... ou seja, eu não consigo me colocar no lugar do outro de maneira respeitosa, não consigo compreender o outro para aceita-lo... eu não consigo ser - honestamente e sinceramente - empático... 
Isso me deixa um pouco confuso, eu, que sempre defendi o direito das pessoas de discordar, começando a julgar e "diminuir" as pessoas que pensam diferente de mim! O que me conforta é que eu não tenho nenhuma pretensão de ser canonizado, de ser santo, então eu "não sou obrigado" a ser legal com gente que quer "fuder" a vida dos outros!

E você? O que pensa dos GAYS que são contra os direitos gays? O que pensa dos gays que apoiam Bolsonaro ou Trump?


23 comentários:

  1. Uma discussão interessante e q vai longe. Não apoio qualquer reacionário de direita mas tb não sou apologista dos movimentos LGBT comprometidos com as ditas esquerdas. São uns hipócritas e oportunistas. Só discurso político. Por anos acreditei no PT e na sua plataforma de apoio às minorias inclusive LGBT. O que fizeram no poder? Nada de nada. Pelo contrário. Se coligaram com a alas mais reacionárias em particular com líderes dos Pentecostais. Secretaria dos Direitos Humanos não deu um passo à diante no avanço das políticas. Só mesmo o STF deu algum passo à frente.
    Jean Willys é um babaca. Definitivamente ele não me representa. Não vejo uma distância muito grande entre ele e o Bolsonaro quanto às suas babaquices.
    Mas enfim .... uma discussão longa.

    Beijão

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo com vc Bratz, o PT no geral foi uma decepção... no geral a "esquerda" acha que a verdadeira luta é a luta do trabalhador... dizem que os "companheiros" mulheres, negros, lgbt, tem que entender isso e "aguardar" seu momento... alias, no geral, os esquerdas são extremamente machistas e preconceituosas...

      Excluir
  2. Então... ainda que não houvesse distância algum entre o Jean Willys e o Bolsonaro (e que ele também tenha suas falhas, afinal ele é humano) eu ainda prefiro apoiá-lo a fazer qualquer menção ao Bolsonaro. Se ele não tivesse feito nada, tenho certeza que o outro fez muito menos e quando fez foi para se promover a custa do que chamo de frangos da Sadia.

    E uma questão complicada e tensa... tenho o namorado de uma grande amiga, negro, "periférico", que adora exaltar esse Senhor "supracitado" e achar que políticas de minorias são "mimimi". O que se pode argumentar?! Enfim, me incomoda e não posso deixar de lembrar daqueles relatos históricos dos judeus ricos que apoiavam Hitler no início do nazismo e que no final foram os primeiros a serem levados aos campos de concentração.

    Paciência... tudo são escolhas na vida! Penso que eu tenho um saco de filó com várias coisas, mas ultimamente não ando tendo paciência e muito menos empatia com discursos tóxicos nem com esse tipo de posicionamento. Não preciso!

    Infelizmente é o ônus que se paga pela Democracia, de qualquer forma... a história mostra bem o que acontece e felizmente, ainda que demore [um pouco] os avanços conquistados são irreversíveis.

    Abração.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mr. TimMan, como dizem a democracia até o momento é "o melhor dos piores governos" e ela convive bem com estas incoerências e discordâncias, coisa que as praticas de governo das esquerdas, quando implantadas, não puderam absorver...
      E eu, como vc, fico desconsolado quando vejo minorias sendo contra politicas para minorias, perplexo no minimo! abraços!

      Excluir
  3. Anônimo8:53 PM

    Eu vou ao blog do Paulo e de gays que, assim como ele, cansaram do PT e da esquerda, mas foram e são gays como o Paulo, Tony Goés e o Muque de peão, que abriram as portas pra esses gays que apoiam Trump e Bolsonaro! Na ânsia de tirarem o PT e a esquerda do poder, abriram espaço pra coisas bem piores que o PT se aliando a setores reacionários, pelo menos com a esquerda se tem um Secretaria da diversidade! Não estou dizendo que a esquerda é boa e cem por cento e que não mente, mas entre as opções que temos é a que fico, nessa crise de representatividade aqui e nos USA, fico com e que pelo menos tenta mudar o status quo da sociedade: o PT se aliou aos evangélicos mas também é o partido mais demonizado por evangélicos por coisas como o kit gay e a teoria de gênero! Não sou petista, mas entre as escolhas que tenho, voto neles ou em outros da esquerda!
    Nick

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nick, o pensamento de esquerda é muito importante, muito, eu sou um revolucionário no melhor sentido da palavra - acredito que temos que mudar muita coisa para chegarmos no melhor do ser humano - o problema é a esquerda inconsequente, que muda sem ter um projeto de transição, que sustente o que existe de bom, ou que, a exemplo do que vimos, ache que "os fins justificam os meios"...

      Excluir
  4. Posso ser chato? Posso? Posso? Posso?
    Empatia NÃO é a capacidade de TENTAR compreender e sentir como se fosse a outra pessoa....
    Empatia É a capacidade de COMPREENDER E SENTIR COMO A OUTRA PESSOA.
    O que vc descreveu chama-se SIMPATIA!
    bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Entonces.... na minha opinião para sermos EMPATICOS só podemos TENTAR compreender e sentir como o outro, sinto que mesmo o melhor dos psicologos jamais poderá estar 100% na pele do outro, na vida inteira do outro até aquele momento. Jamais conseguiremos nos despir 100% para estar no outro, nos anular por completo, mesmo porque nem sempre o outro nos permite saber tudo para estar no lugar dele. Simpatia, a meu ver, não requer nenhum esforço, apenas um sorriso e um tapinha nas costas...
      Mas como vc estuda isso muito mais que eu... talvez eu esteja errado... então, para não se aborrecer com o conceito releia o texto usando minha definição! beijos provocativos!

      Excluir
    2. Eu pedi permissão para ser chato, mas não para ser intransigente....rsrs
      A real empatia é algo raríssimo, como vc mesmo descreveu. Na maioria das vezes somos ( quando dá sorte) é simpáticos mesmo.
      Você conhece bem a minha opinião sobre o assunto do post...
      Para mim pouco importa o nome da legenda, partido ou mesmo slogan....
      O que me interessa é a qualidade humana por trás dessas fachadas, e francamente estamos vivendo tempos onde fachada é o que mais prolifera....
      bjs simpáticos

      Excluir
    3. Madonna já anteviu isso quando lançou Vogue! "STRIKE A POSE"!

      Excluir
  5. Há pessoas muito parvas e burras, tapadinhas diria eu, e até me custa acreditar que há pessoas neste mundo por exemplo que apoiem o Trump

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. me custa a creditar LIMITE, mas as pesquisas dão 42% a ele! um susto e tanto para qq pessoa de bem!

      Excluir
  6. Espero que não se importe, vou ser politicamente incorrecta: eu consigo compreender gays que votam no Trump ou até mesmo na extrema direita se o vir como um exercício de lógica. As pessoas têm prioridades diferentes. Existe quem de mais valor a gavetas como a economia, o emprego,a saúde e a segurança do q a questões dos direitos humanos. E desde quando no momento em que se vota num partido se concorda com todas as opções do seu programa eleitoral ? Eu, até agora, nunca votei direita mas nunca deixo de ler os programas dos varios partidos. Sim, muitas vezes o mesmo e ficção mas sempre dá para sentir a essência do partido em várias questões e ver qualidades transversais em muitos deles. No meu caso preocupa me mais a demonizacao dos candidatos, isso sim, um aspecto fundamentalista que fecha a porta ao diálogo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Magg! pode discordar que continuo seu amigo! kkkk
      Eu ate entendo que as pessoas que valorizam outras gavetas optem pelo trump, mas esquecer de tudo que ele fala apenas pela gaveta de "fazer uma america forte" é assustador!

      Excluir
  7. Vivemos num mundo de escolhas. Para o bem e para o mal...
    Gostei do seu blog! Sou novo por cá. E tem mais um seguidor. ;) Cumprimentos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. e tem gente que escolhe errado ! Obrigado por sua visita Ouriço, vou dar uma passada no seu blog!

      Excluir
  8. Muito sinceramente? Acho que esses são os verdadeiros "enrustidos" no armário! Não querem ser felizes nem deixar os outros serem felizes! Pessoas egoístas mesmo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. tem razão João, gente infeliz que quer ver os outros infelizes também! uma porcaria!

      Excluir
    2. Pior que conheço um não "enrustido", mas é bem do tipo submisso ao preconceito. Síndrome de Estocolmo...
      Critica outros que andam de mãos dadas, dão beijinhos em público, casamento igualitário (como se ele fosse obrigado a tudo isso)...

      Excluir
  9. Bom dia, independentemente da opção de qual a vida que pretende-se viver, tem que ser respeitada com todos os direitos e deveres, ninguém é espelho para que os outros sigam os reflexos, quem assim não pensa e é contra os direitos dos outros, é vazio no pensamento e no sentimento. é submisso sem vergonha.
    Resto de boa semana,
    AG

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. submisso sem vergonha! adorei essa definição, realmente tem muita gente que segue o sistema para ser aceito! obrigado pelo coment aqui no post!

      Excluir
  10. Por mais estranho que pareça, há pessoas que se abstraem da sua orientação sexual na hora de ajuizar acerca da competência dos candidatos. Eu não conheço um gay que apoie Trump, mas conheço vários hispânicos que o apoiam, mesmo com toda a campanha levada a cabo por Trump contra os hispânicos. Parece incompreensível. A maioria teme a política belicista de Clinton, pois Trump, segundo o que vem afirmando, procurará refrear o ímpeto dos EUA em controlar tudo o que se passa no globo.

    ResponderExcluir
  11. Questões de PODER que corrompe, independente se de "esquerda", "direita", "diagonal", a maioria das pessoas que nele está. E a maioria (maiorias são idiotas na essência!) faz o que? Apóia!
    Interessante artigo em http://ceticismo.net/2016/04/18/deputados-impeachment-golpes-e-populacao-idiota/
    Mesmo os de esquerda progressistas, com boas idéias políticas, vem com sandices de idolatrar Che Guevara, Hugo Chávez... depois reclamam quando perdem ou mesmo são hostilizados.

    ResponderExcluir

Obrigado por seu comentário! Assim que possível lhe dou um retorno!