29 de janeiro de 2006

A perda de um filho...

Desculpe o título desta postagem. Sei que isto assusta muita gente, como assusta a mim mesmo. Mas o assunto é este.
Estava assistindo agora a pouco um episódio de Without a Trace (uma série norte americana que mostra agentes do FBI á procura de pessoas misteriosamente desaparecidas nas ultimas horas), e o caso era exatamente este. O filho adolescente de um casal que sia de casa para ir ao fliperama e desaparece.
Eu nem quero contar o episódio em si, mas as sensações que tomaram conta de mim á medida que a estória se desenrolava. Ver o desespero dos pais por não ter noticias, ou por ter notícias incertas, me encheu de desespero também, e várias vezes fiquei com o coração muito apertado e cheguei á lagrimas, imaginando uma situação parecida ou até mesmo pior, uma vez que, como todo bom telefilme, o garoto é encontrado no final.
Mas e você? Já imaginou a perda de um filho? O quanto devastador seria isto para você?
Na última quarta minha filha foi fazer um passeio com minha prima, e meu namorado me disse - "acho que você não devia deixar ela ir, estou com um presentimento"...e muitas vezes estes pressentimentos tem razão de ser.
Eu acabei deixando ela ir, pois imagino que se eu for acreditar e todas as coisas que PODEM acontecer, ninguem vai sair mais de casa, mas , confesso a vocês, passei o dia em sobresaltos e só me acalmei quado ela voltou.
E demorei uns dois dias para deixar de lado a sensação de medo que tomou conta de mim. Na realidade, ao assistir o Without a Trace um pouco da sensação voltou...
É claroque existem outros sentimentos de perda muito dificies, aperda de um grande amor, de alguém que você acredita ser a pessoa certa da sua vida, também pode deixar a gente sem o chão, mas a sensação é diferente, os laços são diferentes?
E você já sentiu este medo? De perder seu filho? Como é que você lida com ele?

2 comentários:

  1. A única importância da vida é o amor. Não importa o que sejamos como filhos ou pais/mães. O importante é o amor. Obrigado por amar.

    ResponderExcluir
  2. Quando você perde seu pai ou mãe, você fica órfã.
    Quando você perde marido ou mulher, você fica viúvo.
    Quando você perde um filho, você fica... fica...????
    Não existe uma palavra ou algo que defina a dor de um pai ou um mãe quando perde um filho ou filha. Indefinível, assim como a dor.
    A ordem natural foi quebrada...

    Gostei do seu blog.

    Espero que visite o meu...
    http://ligeiramentelesbica.blogspot.com/

    beijos e cuide-se.
    Marisa

    ResponderExcluir

Obrigado por seu comentário! Assim que possível lhe dou um retorno!