9 de janeiro de 2006

Politicos Gays são importantes?

Outro dia uma pesquisadora, que está escrevendo uma livro sobre a homossexualidade no Brasil me perguntou: "Você acha importante elegerem-se políticos gays?"
Eu respondi que sim! Mas que para a conquista dos direitos dos homossexuais isto não é fundamental, o fundamental é que tenhamos pessoas, políticos, comprometidos com os direitos das minorias e antenados com os direitos que são negados aos homossexuais.
Os direitos conquistados por outras minorias, como os indios e os negros, foram fruto do trabalho de muitos. Acho que temos pessoas como Iara Bernardi e Marta Suplicy, apenas para citar dois exemplos, que estão na linha de frentea da luta por nossos direitos, sem serem á principio, beneficiários diretos do que pleiteiam.
É claro que se tivéssemos representação política efetiva no legislativo e no executivo teríamos o ganho da visibilidade, mas estes políticos também teriam que ter posicionamento sobre outras questões da sociedade. Um político homossexual não pode ser apenas isto, apenas homossexual. Mas que seria muito interessante ter um prefeito ou prefeita homossexual de uma grande cidade brasileira, isto lá seria! Como já aconteceu em vários países...
O importante é que "acertemos na mira" quando formos apoiar um politico cuja plataforma envolva nossos direitos, somos tão carentes de representação que podemos nos deixar enganar facilmente por alguém que diga ser nosso defensor...
E você, qual sua opinião? Precisamos de politicos gays?

3 comentários:

  1. Olá Fabio!!, è a Presbitera Ká!! rs rs rs vim visitar seu blog... muito bem organizado ele e assuntos bem interessantes, esta de Parabéns.
    Um bj e um forte abraço!!

    ResponderExcluir
  2. Anônimo9:39 AM

    Claro que sim. A democracia é isto: você não precisa aceitar todas as características das pessoas, mas certamente deve RESPEITÁ-LAS. E todos devem ter os mesmos direitos de buscar a felicidade, seja ela como for.

    Infelizmente, no Brasil ainda vemos ransos homofóbicos, racistas, islamofóbicos, machistas etc.

    A população deve se lembrar que o indivíduo que mais pregou a separação e a intolerância foi nada mais nada menos do que Hitler, e com certeza não é este o modelo de sociedade que queremos ter.

    ResponderExcluir
  3. Anônimo9:39 AM

    Claro que sim. A democracia é isto: você não precisa aceitar todas as características das pessoas, mas certamente deve RESPEITÁ-LAS. E todos devem ter os mesmos direitos de buscar a felicidade, seja ela como for.

    Infelizmente, no Brasil ainda vemos ransos homofóbicos, racistas, islamofóbicos, machistas etc.

    A população deve se lembrar que o indivíduo que mais pregou a separação e a intolerância foi nada mais nada menos do que Hitler, e com certeza não é este o modelo de sociedade que queremos ter.

    ResponderExcluir

Obrigado por seu comentário! Assim que possível lhe dou um retorno!