12 de julho de 2006

Você já precisou disfarçar?

Ontem assisti um episódio de WITHOUT A TRACE, uma série da Warner que mostra casos de desaparecimentos SEM PISTAS de pessoas.
Neste episódio uma moça oriental desaparece e um dos suspeitos é o seu ex-noivo, que só deixa de ser suspeito quando confessa aos investigadores que seu noivado era de "fachada" pois a familia dele não aceitaria o fato dele ser gay, e que ela sabia disto.
E como a estorinha de Rock e Hudson, conheço dois amigos que moravam juntos e durante muito tempo "desarrumavam" uma das camas para não deixar parecer que dormiam juntos...até que a empregada deles perguntou quem estava dormindo na outra cama já que eles dormiam juntos...(!!!!)
Daí fiquei pensando quantas pessoas já tiveram que aceitar situações semelhantes, mentir ou "omitir" coisas de sua vida, apresentar alguém que ama como um "amigo", ou apresentar uma amiga como alguém que ama. Tudo para poder se sentir aceito, para não ter que se explicar, para não se expor, ou , como sempre ouço, para não CHOCAR as pessoas, que se sentiriam "ofendidas" pela sua felicidade.
Eu mesmo passei por tantas situações parecidas, e sei o quanto isto nos magoa, nos constrange e nos cala. Se bem que algumas pessoas, como o personagem do seriado, vão um pouco mais longe, e devem sofrer muito mais por isto, por criar todo um simulacro para serem aceitos. E deve ser mutio mais dificil sair disto.
A curto prazo não vejo muita solução para isto, não é facil para ninguem ser ponta de lança de nada, não é fácil se arriscar a perder o apoio da familia ou uma oportunidade de trabalho por sermos julgados por padrões de MORAL, que nada tem a ver com AMOR.
O tempo, o amor, a independência financeira, a experiência, nos ajudam a enfrentar melhor estas situações, mas voce mesmo já deve ter mentido ou omitido algumas vezes não? Como se sentiu?

14 comentários:

  1. Eu sempre me senti péssimo ao ter que fazer isso. Era sempre para fazer média com namorados estressados. Eu me lembro que dava a maior bandeira possível, para que meus pais sacassem logo, até levei meu primeiro namorado pra casa... Longa história. Mas depois que a gente descobre como é bom se livrar dessas culpas, fica difícil aceitar isso como algo válido. Hoje em dia eu não teria muito saco, depois de ter bancado as neuras de vários parceiros.

    ResponderExcluir
  2. Mahatma M.M. Mazzarelli7:00 PM

    Realmente todo o "teatro" que praticamente somos forçados a montar e encenar continuamente é estressante pra dizer o mínimo. No meu caso, o mais difícil foi a auto-aceitação. Hoje, eu me visto, me arrumo e vivo como eu bem quero. Até agora ninguém veio me perguntar nada ("Você é gay?") ou me "exigir" ou cobrar namoro ou casamento. Acho que já cansaram de ouvir meus discursos que envolvem os "contras" do casamento (hetero) hehehe.
    Estou adorando seu blog.

    ResponderExcluir
  3. No trabalho e em entrevista de empregos a gente sempre omite por um tempo até ver onde se pode ir, em quem pode confiar. Mesmo pq tem coisas que não precisam ser ditas né. Bjs

    ResponderExcluir
  4. Anônimo11:02 PM

    Eu tb me sinto pessimo as vezes que tenho que fingir que meu namorado e um amigo, eu sei que tenho muitos problemas coma ceitaçao afetiva, essa mudança tem que partir prim da gente
    valeu
    nando

    ResponderExcluir
  5. Bom, como eu nunca tive 'namorado', propriamente dito, nunca passei por isso. Mas se eu tô com um amigo e, por algum acaso, me perguntam se ele é só meu amigo, eu respondo com outra pergunta:

    "Tá perguntando isso por quê?"

    Afinal, mesmo que eu tenha relações com esse amigo (ou já tenha tido alguma vez no passado), o que é que os outros têm com isso?
    Acho que essa questão que você disse da pessoa se preservar, não querer se sentir exposta e tal, vai meio por aí. A gente não quer mesmo se expor pra alguém que não tem nada com a vida da gente. Principalmente, se é alguém que a gente sabe que não vai aceitar numa boa, né?

    ResponderExcluir
  6. OIEE, minha primeira vez aqui. Olha, minhas reverencias, mto mto bom seu blog.
    É realmente mto complicada essa historia, acho q todos q um dia percebem q não são tão "NORMAIS" (odeio essa expressão) tem q passar por essas situações, não só para se preservar mas tbm para se proteger. No meu caso depois q meus pais ficaram sabendo e teoricamente eu respeito a casa deles não me envolvendo com meninas td ficou mais facil, se vc mesmo cria ao redor de si um clima de "se a minha felicidade te encomoda, foda-se, vou continuar sendo feliz" as pessoas passam a te ver com outros olhos, elas passam a até te respeitar mais pq vc tem uma personalidade e aquilo não vai mudar e se mesmo assim eu ainda passo por altos e baixos imagina quem esconde, o q não deve acontecer. Se vc cria esse mundo mentiroso, na hora de reverter... aiai... mas cada um é cada um não é mesmo, o q não podemos é julgar.
    BJOS

    ResponderExcluir
  7. Acho que para tudo há momentos certos, para omitir, negar, afirmar, só depende do que esperamos dessa atitude,e nunca me senti mal por isso ...

    ResponderExcluir
  8. Hum... é uma situação delicada mesmo, mas eu nunca tive problema com isso. Se me perguntam, eu respondo. Por isso quase nunca perguntaram...

    ResponderExcluir
  9. Quem nunca omitiu o fato, disfarçou, negou ou algo parecido que jogue a primeira pedra. Como me senti!? Um lixo.

    ResponderExcluir
  10. Bem... acho que não tem quem não tenha disfarçado em algum momento da vida... eu mesmo, disfarço todos os dias, quando vou para o trabalho...
    É chato, mas ainda não tem como viver a opção que se tem em todos os lugares...

    E meu fofo, eu não estou conseguindo ver seu blog do meu trabalho, consta como site bloqueado... acho que deve ter algum filtro pra a palavra gay...
    Fiquei meio passado, mas...

    Beijão!

    ResponderExcluir
  11. Anônimo10:55 AM

    Hmm I love the idea behind this website, very unique.
    »

    ResponderExcluir
  12. Anônimo8:13 PM

    Here are some links that I believe will be interested

    ResponderExcluir
  13. Anônimo8:32 PM

    Very pretty design! Keep up the good work. Thanks.
    »

    ResponderExcluir
  14. Anônimo2:50 AM

    Keep up the good work. thnx!
    »

    ResponderExcluir

Obrigado por seu comentário! Assim que possível lhe dou um retorno!