03 julho 2008

um relacionamento maduro...

Na morte de D. Ruth Cardoso me chamou a atenção o fato dela e do Fernando Henrique terem ficado juntos por mais de 50 anos. O que não é tão raro assim nos relacionamentos heterossexuais ainda é um certo fenômeno entre os homossexuais, em especial entre os homossexuais masculinos.
A vida homossexual tem muitos paradoxos que fazem com que a construção dos relacionamentos seja totalmente diferente. Acho que o primeiro ponto a considerar é que a biologia não age para manter dois homens ou duas mulheres juntos, eles não terão filhos biológicos em comum, o grande elo que une duas pessoas. (opa! une mas não mantém juntos, filhos não salvam casamentos!)
Depois, no caso dos homens, existe gente que acredita numa certa propensão a "ciscar em terras alheias" e a "experientação", dizem que é uma determinação programada em nossos genes, que o ser humano macho deve espalhar suas sementes para garantir a procriaçao da espécie...Eu, pessoalmente, acho que isto é uma desculpa boba ( ou desculpa BIBA? hehehehe) de quem gosta de pular a cerca, o ser humano tem condições de racionalmente decidir o que quer fazer.
Eu estou com meu NAMORIDO há quase seis anos, já tivemos alguns baixos, mas nossa vida está sendo construida nos altos, cada ciclo é melhor que o anterior, ambos crescemos como pessoas e como homens gays, inventando um modelo que não temos de onde copiar.
É verdade que um relacionamento maduro, longo, tem um pouco menos de sexo, e sei que isto assusta os mais jovens, eu também me precoupava com isto, mas eu percebi que verdadeiramente a periodicidade não diminui tanto assim, o que acontece é que você sabe que estará com aquela pessoa amanhã, e depois de amanhã, e depois, e sabe que se hoje vcs não transarem porque alguem tem que acordar cedo ou porque está verdadeiramente cansado, isto não é um problema, não é desamor.
Em compensação eu acho muito legal vc conhecer todos os cantinhos da pessoa, todos os lugares que "ligam", ter seu espaço de pedir, de falar...é bom viu! Dormir com alguém com quem vc quer acordar muitas e muitas vezes junto é muito bom.
Saber se a pessoa gosta de chocolate com amendoas, se divertir quando ele pede sempre o mesmo prato, em todos os restaurantes, adivinhar os pensamentos e aprender a não adivinhar TODOS os pensamentos da pessoa.
E, no meu caso, perceber que os filhos também gostam do seu amor é importante...e isto só o tempo vai conquistar..
Num relacionamento é muito importante deixar espaço para o outro, e ai a biologia tb é determinante, seres humanos do sexo masculino são muito mais independentes e não gostam de se sentir aprisionados, se o relacionamento for uma prisão ele não vai funcionar para dois homens, mas isto não significa relacionamento aberto, dar liberdade pode ser tão simples quanto não ficar perguntando: No que vc está pensando? O que vc está fazendo? Vem aqui ficar comigo?
Eu não tenho nada contra quem gosta de zoar, que não quer "se amarrar" a ninguém, a felicidade tem muitos caminhos diferentes, para uns a velhice assusta e isto é real, não e ruim viver cada momento como se fosse hoje.
E quer saber de uma coisa, longos relacionamentos gays e lesbicos nao são tão raros assim! Cada vez que um estado americano ou um pais europeu aprova o casamento entre iguais vc já reparou quantos velhinhos e velhinhas aparecem na fila?
Eu gosto de estar casadinho!!!
E você?

20 comentários:

BinhoSampa disse...

Relacionamento estável é o que todos procuram, mas não é o que desejam.

Muitos que encontram nao dão valor ou não estão aptos a dividir o restante dos anos juntos... ter um relacionamento duradouro é um exercício diário onde terão que saber retroceder no momento certo e saber respeitar a individualidade... ninguém quer ficar preso e ser cobrado constantemente. A pessoa quer um companheiro, um parceiro, um amante, um amor, um cumplice... mas nem todos pensam dessa forma... e isso só que percebem..são aqueles que estão com uma certa idade....pois a velhice chega e a solidão aperta...e o sexo..passa a ser secundário...coisa que na juventude...é ao contrário... enfim... felizes aqueles que entendem que um companheiro é muito importante....

Aprendi isso com os mais velhos e que tem casamentos duradouros... todos são unânimes em dizer que o companherismo é fundamental.

Espero um dia poder encontrar alguem que pense assim como eu... também quero ficar "casadinho" rs

Abs:-)

MARCUS disse...

TENHO PENSADO MUITO NO QUE QUERO PARA MEU FUTURO. E, QUANDO PENSO NUM RELACIONAMENTO COM OUTRO HOMEM, NÃO ME VÊM À MENTE TANTO AS IDÉIAS DE PAIXÃO, SEXO, ORGULHO DE TER CONQUISTADO ALGUÉM, MAS SIM DE COMPANHEIRISMO, RESPEITO E AMOR SERENO. SÓ ASSIM CREIO QUE UM RELACIONAMENTO PODE SE MANTER BOM POR MUITO TEMPO. MUITOS RELACIONAMENTOS DURAM POUCO, EM MINHA OPINIÃO: 1- PORQUE AS PESSOAS INVADEM A VIDA DO OUTRO; 2- NÃO SE PROPÕEM DE VERDADE A ABDICAREM DE CERTOS "PRAZERES" PARA MANTER UMA RELAÇÃO ESTÁVEL; 3- REJEITAM TUDO O QUE NÃO É CÓPIA DE SI MESMAS, NÃO PROCURAM CONHECER O OUTRO; 4- CAEM DE CABEÇA NUM RELACIONAMENTO POR CARÊNCIA E NÃO POR UM SENTIMENTO VERDADEIRO. TUDO ISSO NÃO QUERO PRA MIM. TENHO ME PREPARADO PARA FAZER DIFERENTE.

DO disse...

Confesso que é o meu sonho. Meu grande sonho. E espero ainda realiza-lo.
Abração!!

Maíra disse...

Nossa, pra mim a vida de casada é a melhor coisa que me aconteceu. Eu amo. Eu e a Paula estamos juntas há 7 anos e 3 meses, nos damos super bem, nos respeitamos, adoramos estar juntas, nem se for só pra deitar no sofá e ver um filme, sair juntas, ah, é bom demais!

Beijos!

Ex-corpianoo disse...

concordo em genero numero e grau.
contudo, axo ki é dificilencontra um relacionamento gay estavel,os gay como jah disse em meu pos sao muito infieis, mas espero keisso mode, e eu to no relacinameto com o policeman pra valer, pelo menos é da minha parte.Temos que acreditar an fidelidade.



teh mais

Rhenan disse...

Fui lendo seu post e pensando "puxa, é algo assim que mquero pra mim". Vou ter isso na hora certa. Espero.

Abração.
Rhenan
www.sexpride.blogspot.com

Thiago Terenzi disse...

Primeiramente, obrigado pelo comentário. Fico verdadeiramente feliz que goste do meu estilo de escrever. Lisonjeado, mesmo.

Dou os parabéns, também, ao tema abordado pelo seu blog. Polêmico, porém necessário. Gostei.

Mans disse...

eu tb amo ficar assim
o amor te amadurece como nenhum outro fato

sempre me permitir a gostar e ser gostado

adoo!

FOXX disse...

é
eu nunca experimentei nada parecido
meus relacionamentos nunca ultrapassaram a marca dos três meses, não pq eu naum queira, mas pq não fluíram... fazer o que né? não era pra ser.

é bonito ver duas pessoas dividindo a vida, ajudando a construir a vida do outro, apoiando, acho bonito a cumplicidade...

ai ai...

O Pequeno Diabo disse...

qd comecei a ter uma vida homossexual efetiva parei p pensar no meu futuro e percebi o qt eh ainda mais incerto do q o d td mundo

daih decidi desistir d tentar prevê cm vai ser a coisa

mas axo q quero um relacionamento sério desses, q vc acorda e dorme, sempre no msm lado d cama e acorda na msm hora e toma café e cd um tem sua caneca desenhada e...
enfim tudo d um casamento qs normal

soh tenho medo d nunk encontrar alguem assim
parece taum dificil

xx

Cideral disse...

eu gosto de relacionamentos longos, apesar de só ter 18 anos e de nunca ter sido casado, já namorei por 2 anos com uma mesma pessoa, e me sentia super be, por conhece-lo bem, por saber quem ele era, ams infelizmente acabou, e hoje estou com alguém que gosto muito, só faz 2 meses, ams nos temos um respeito muito grande e um sentimento maior ainda, morams longe um do outro mas de 15 em 15 dias nos vemos, adoro dormir com ele e adoro mais ainda acordar ao lado dele, ele com aquela carinha linda amassadinha de sono me abraçando, muito lindo, e quero ficar assim por muito, enquanto a eternidade durar para nos dois. gosto de namorar e isso me faz bem.

artcasez disse...

Estar casado é tudo de bom. Já vivi uma deliciosa relação de mais de sete anos. O que acho de primordial nessa experiência de “casamento” é o fato da confiança. E não falo da confiança na fidelidade do parceiro, mas em algo maior: no fato de saber que “ele está lá”. A existência desse alguém, para mim, é o ponto mais importante na relação.

Abração,

Arthur, hoje solteiro.
http://artcasez.wordpress.com/

bernardo048 disse...

Quero encontrar vc de 45 a 55 anos,para ter a oportunidade de ser e fazer feliz, acredito em relacionamento duradouro, acordar juntos, construir uma vida a dois, no companherismo, fidelidade, respeito, preferência de Joinville-SC.tenho 50 anos, aparento menos.abraços a todos

Anônimo disse...

Gostei do blog,realmente muito legal. Tenho 15 anos, mulher (hetero) mas apoio o direito das pessoas poderem escolher com quem querem ficar.Minha mãe divide o meu mesmo pensamento,mas meu pai é intolerante quanto a isso. Lamento muito porque é ruim para ele ser inguinorante e outras pessoas também pois o mundo só vai ter paz quando deixarmos de nos importar com a opção sexual dos outros e formos reclamar das verdadeiras dissimulações: corrupção,violência,exploração...
Bom, queria dar os parabéns pelo blog, li pouco mas o sufuciente para despertar meu interesse. Muito obrigada!

M. M :)

Anônimo disse...

(Erros de português típicos de adolescente...) :P
M.M

Anônimo disse...

Thank u ;-) take a look this emo boy one at this blog:
http://www.emo--boys.info

Ronaldo Valente de Freita disse...

Eu digitei no google, "Relacionamento homossexual Estável" e me veio esta página maravilhosa! Parabéns, e li todos os posts e maioria escreve "nossa, eu quero isto!" , bem apenas a título de comentário, a maioria diz querer, mas são poucos os que estão preparados pra isto, vivi 7 anos cm outro homem e foi muito bom, cresci muito neste período, e me tornou a pessoa que sou, e quando terminou (por causa da famosa crise dos 7 anos) é hora de recomeçar a vida, reaprender a namorar, a conquistar alguém, a flertar, e é tão dificil, é tão complicado, tenho paciencia, muita paciencia e por isto que insisto nesta busca, concordo com tudo que foi dito no texto, é muito bom acordar do lado de uma pessoa todos os dias e ter estrutura pra passar pelos momentos dificeis é fundamental!
ABRAÇO a todos
Ronaldo Valente de Freitas
donnalddeejay@ig.com.br

Ronaldo Valente de Freita disse...

Eu digitei no google, "Relacionamento homossexual Estável" e me veio esta página maravilhosa! Parabéns, e li todos os posts e maioria escreve "nossa, eu quero isto!" , bem apenas a título de comentário, a maioria diz querer, mas são poucos os que estão preparados pra isto, vivi 7 anos cm outro homem e foi muito bom, cresci muito neste período, e me tornou a pessoa que sou, e quando terminou (por causa da famosa crise dos 7 anos) é hora de recomeçar a vida, reaprender a namorar, a conquistar alguém, a flertar, e é tão dificil, é tão complicado, tenho paciencia, muita paciencia e por isto que insisto nesta busca, concordo com tudo que foi dito no texto, é muito bom acordar do lado de uma pessoa todos os dias e ter estrutura pra passar pelos momentos dificeis é fundamental!
ABRAÇO a todos
Ronaldo Valente de Freitas
donnalddeejay@ig.com.br

Anônimo disse...

Adorei o blog, e toda a realidade de seu conteudo!
no meu caso, tive um relacionamento de 6 anos..., teve coisas boas.., mas a maioria foi ruimmmmmmmm, sai com muitos traumas!!!!, e não acreditando no ser humano "gay" , apouco conheci uma pessoa que pareic aser os principe encantdo , o "perfect-man!" decepção, aos 4 meses de relacionamento ele me agrediu por um motivo futil, motivo bobo, conhece a essencia e quem era o tal principe encantado! Hj penso em meu trabalho e curtir minha familia, relacionamento?!, não sei ,"VOU VIVER A REALIDADE......!!!"

ABRAÇOS E PARABÉNS PELO BLOG.

menino081@hotmail.com

Anônimo disse...

Já tentei mais de duas vezes e não deu certo. Talvez por imaturidade minha, sei lá. Encontrei um cara super legal, que gosta de animais, que batia comigo, sabe. Mas eu senti que eu não tinha muito tesão por ele, eu não fudia com ele sempre, era só amor mesmo. Como sexo é muito importante, principalmente numa união gay, eu resolvi terminar. Acho que eu sou muito difícil, ou eu não encontrei alguém certo, ou os gays são complicados mesmo. Hoje quero só gozar, sexo casual, mas se aparecer alguém que realmente me complete e queira um relacionamento aberto (sou contra os modelos heterossexuais cristão, mas respeito quem gosta) eu arrisco novamente.