5 de novembro de 2014

Eu quero ser Odete Roitman!

No sábado, numa roda de conversa numa festa, uma garota (tenho 50, posso chamar um monte de gente de garota!), que trabalha diretamente com o público, pois é comissária de bordo, comentou:
- É impressionante como as pessoas estão mal educadas hoje em dia. As pessoas melhoraram de vida, passaram a poder andar de avião, mas pioraram de educação. Ninguém fala por favor, ninguém fala obrigado, te puxam pelo braço...Eu não entendo!
Mas ai uma outra explicou:
- Isto é fácil de entender, as pessoas sempre veem nas novelas que os ricos - os que se dão bem e tem grana - são sempre grossos, preconceituosos, desonestos,  tratam mal os empregados e desprezam seu passado humilde, então quando conseguem ter dinheiro eles acham que ser rico é se comportar como os ricos da novela. ele não querem ser mais os educados e humildes, os pobres explorados e trouxas... para ser rico tem que tratar os subalternos mal!
Uau! Eu não sou um grande mestre em sociologia, aliás, nem grande nem pequeno, mas o que esta mulher disse me pareceu uma análise bastante correta.... de certa forma nos faltam bons exemplos.. de tudo! Quando se educa um filho, muito mais importante do que se fala é o que se mostra!
Penso que muita gente "de bem" gostaria de se envolver com a política, mas como só vem maus exemplos, más práticas, ele não quer se meter com aquilo, se sente enojado.
A Edith Modesto sempre em convidava para conhecer pais de jovens gays - em especial daqueles que tinham acabado de se revelar - para que estes pais conhecessem outro tipo de gay, aquele que tem família, que é casado, pai, trabalhador, ela chamava isto de modelo POSITIVO, pois os pais sempre tinham o exemplo do "gay bicha louca", o travesti da esquina, dos caras pelados na parada gay(1)
 
Eu sou uma pessoa que foi construida na base dos exemplos, de professores, de amigos, de pessoas famosas pelo que escreveram ou fizeram, mas eu tive que aprender quais eram os exemplos "bons" e o exemplos "ruins", em algum momento de minha vida eu fiz a escolha pelo que hoje considero o "certo".
Mas estou ciente de que esta não é a única realidade, que os meus conceitos do que é "bom" não estão necessariamente certos. Um exemplo? Minha filha tem uma amiga que, apesar de cursar engenharia, já verbalizou que se tiver escolha prefere casar com um cara que tenha condições para que ela não trabalhe, a.k.a. "cara rico". Absurdo? Este é o exemplo que ela tem em casa, a mãe, de família bastante simples, tem estes valores, casou com um cara rico, nunca pensou em estudar e em trabalhar, passa os dias fazendo compras em shopings na internet e em sites de moda e decoração... Isto pode estar "errado" para mim, mas para ela não!
 
Mas EDUCAÇÃO já é um pouco diferente... Não é? Aprender a lidar com as pessoas quando se vive em sociedade é um pouco fundamental demais para ser apenas uma escolha! Temos que ser educados e exigir que sejam educados conosco, temos que falar sobre isto, mostrar mais, dar mais exemplos bons...
 
Tem muita gente que argumenta que alguns governos só mantem o poder através do assistêncialismo, que gostam de fazer como os antigos coronéis, mantendo os pobres no cabresto. Eu até concordo, mas não tem como deixar de reconhecer o quanto os ultimos governos fizeram para garantir o acesso ao ensino superior, o que poderia ser, em ultima instância, um tiro no pé, pois estaria formando pessoas mais críticas e pensantes (mesmo que não seja um ensino de qualidade, mesmo que seja um "puta" negócio para as faculdades fastfood, mesmo que eu ache que deviam usar este dinheiro e criar boas universidades publicas).
Mas Educação é diferente de Educação Formal, não são excludentes mas são complementares!
 
E você, também acha que as pessoas estão menos educadas? E você? È educado?
 
 
(1) mesmo que a gente não goste disto, deste preconceito, é assim que as coisas são e a Edith trabalha com pessoas reais e não ideais!

12 comentários:

  1. A constexrualização sobre o tema q vc construiu a partir do papo entre suas amigas é perfeita ... as coisas passam por aí mesmo ... Conheço pessoas super humildes, q nunca estudaram e, no entanto, são super educadas ... conheços alguns granfinos q são umas bestas e outroes q são educadíssimos ... Definitivamente educação não é escola ,,, ela pode no máximo complementar e enriquecer, como pode tb deteriorar algo de bom q já existia na pessoa ... educação é algo tb de natureza ... sou do tempo em q isto era um valor essencial no meu circulo familiar e social ... aprendi e valorizei ... tenho irmãos q foram cunhados na mesma forma. Não q não sejam educados mas muito, muito diferentes de mim ... é algo q tem um cunho individual mesmo e q os exemplos batem e são absorvidos, os bons e os maus ... Acho q é por aí ...

    Beijão

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bratz, mocinhos educados, simpaticos, finos como nós tá dificil mesmo! Nossos bofes que não nos larguem! Vai ser dificil de substituir!

      Excluir
  2. Quanto mais a pessoa é mal educada comigo, mais faço questão de tratá-la educadamente, sou bonzinho?! Não, sou malvado mesmo, porque assim a pessoa fica tão constrangida no fim, que não sabe o que faz... Geralmente essas pessoas contam que você vá devolver na mesma moeda e no fim perdemos a razão...

    Seu texto é perfeito, infelizmente vivemos uma era de pessoas egoístas, preocupadas com elas mesmo e assim não sobra espaço para a educação. Costumo dizer que se você quiser conhecer as pessoas de um local, dirija pela cidade... o trânsito é a maior demonstração de civilidade! Mas independentemente de posição social, educação se tem ou não! Agora geralmente esse tipo gente que acha que tem que tratar os outros mal, são os que eu chamo de "novo rico"... Conheço pessoas que possuem muito dinheiro e são educadas e humildes... principalmente no trato com as outras pessoas.

    E a Edith Modesto está certa, sempre brinco que quando alguém fala para os pais que é gay, eles imaginam que no Natal a pessoa vai chegar vestido de Baiana! Importante ter modelos positivos, até para que nós mesmos possamos nos reconhecer em meio a tamanha diversidade...

    Ufa! Falei um montão... desculpe! Abração.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Latinha! nunca tinha pensado no transito! A gente vê cada "barbaridade" no transito! vc tem razao!

      Excluir
  3. É, infelizmente as pessoas estão mais mal educadas mesmo. E acho que isso está ficando geral, independente da classe, talvez seja outra coisa, índole talvez ? Trabalho com público de várias classes, e vejo essa falta de questão de ser educado em todas elas, e vejo a questão de ser educado em todas elas também. O que eu acho, é que parece que está todo mundo mais egoísta, todo mundo exige edução, porém a coisa não é recíproca na maioria das vezes, pessoas cada vez mais estressadas e querendo respostas rápidas, paciência é um artigo em falta no mercado, e ela faz uma grande diferença! Latinha está certo ai em cima, o maior indicador disso é o transito ! Será mesmo que estão faltando bons exemplos ? Acho que eles estão ai sim, talvez em menor escala, mas a gente vê todo dia uma história legal, inspiradora, basta em vez de clicar na história de barraco e fofoca na internet, clicar em algo que seja bom e inspirador ! Mas isso não anda dando muito Ibope, né ?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. com certeza Marcos um bom "barraco" dá ibope, e a gente tem que se treinar para não cair nesta armadilha, mas tem muita gente espalhando boas novas por ai! não acha? eu vejo muita coisa boa tb!

      Excluir
  4. Oi, tudo bem?
    Infelizmente essa é uma realidade, a educação em si está cada vez mais difícil de se presenciar vindo dessas pessoas. Como ela mesma disse, acham que por se tornarem ricas, menosprezar o próximo lhes faz um ser humano melhor. Ledo engano, mas a mídia muitas vezes passa uma imagem de glamour e que atitudes como essas possam serem igualados pelos mesmos e montarem um clubinho de hipocrisia e afins. Coitadas. Mas Odete Roitman é o máximo kkkkkkkkk
    Bjo menino

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Dil! vc prefere a MARIA DE FÁTIMA? a CARMINHA? rsrsrs estas duas são exemplos bem "rematados" de como se comportar quando fica rico!

      Excluir
  5. Realmente você apresenta uma perspectiva interessante, que nunca tinha pensado nela mas que tem toda a lógica. As pessoas hoje em dia pensam mesmo que podem tudo, que só têm direitos, e acima de tudo transmitem isso com uma educação a roça a ofensa.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. na realidade a perspectiva nem foi minha... foi algo que ouvi Namorado... e compartilhei porque achei tão esclarecedora... abraços e obrigado pelos coments

      Excluir
  6. Não é preciso seguir a conduta de Odete Roitman para se saber dar uma educação cuidada aos filhos.
    Educação é algo que se aprende naturalmente, seguindo o exemplo dos entes que nos criam.

    ResponderExcluir
  7. Mexeu na minha praia, né? Educação não formal (e a informal)... a chave para muitas coisas! Sua amiga está certíssima! Muitas das vezes, somos apenas espelho do que nos repetiram à exaustão...

    ResponderExcluir

Obrigado por seu comentário! Assim que possível lhe dou um retorno!