24 de setembro de 2015

qual é a idade certa para SAIR DO ARMÁRIO?

No dia 20 de agosto, quando participei do encontro do Homopater, estava lá presente um estudante de jornalismo, um rapaz de 21 anos, que está escrevendo uma monografia sobre paternidade homossexual e quis conhecer o grupo. Este rapaz, na hora das apresentações, declarou que ainda estava no armário, que a família não sabia que ele era gay...
Pode parecer estranho terem perguntado isto para ele, mas esta questão é bastante presente num grupo de homens que, em sua maioria, foram casados com mulheres, tiveram filhos e em determinado momento tiveram que sair do armário - ou ainda estão pensando em sair... Em muitas das conversas, dos depoimentos, estes homens relatam suas angustias em relação ao processo de assumir-se e de assumir perante os outros...
Eu, que convivo um pouco com o trabalho do Projeto Purpurina, fiquei bastante surpreso que um jovem, visivelmente homossexual, estudante universitário, de um curso liberal como jornalismo, ainda estivesse no armário... achei isto tão "seculo XIX"... rsrsr
Ao final, nas despedidas, chamei o rapaz de lado e disse... "você viu a dificuldade que estes homens tiveram em sair do armário depois de "velhos"? viu o quanto eles sofreram? então faz um favor a você mesmo e ao seu futuro, saia do armário o quanto antes! você viu que todos eles relataram quanto a vida deles melhorou depois disto não viu? e se vc precisar de ajuda, precisar conversar, vc já viu que tem um grupo grande de amigos aqui no grupo!"
O rapaz sorriu e me deu um abraço...

Foi dai que veio esta minha reflexão sobre qual seria a idade certa...
Eu sei que a resposta correta, ou politicamente correta, para a pergunta "QUAL É A IDADE CERTA PARA SAIR DO ARMÁRIO?" é: "cada um deve definir isto em função da sua realidade, do meio em que vive, do seu momento, cada um sabe onde aperta o calo e sabe o que pode suportar em termos de consequências"
Mas a minha resposta, quando surge esta conversa, é : "o quanto antes, não espere muito pois a tal HORA CERTA nunca vai chegar, você sempre vai achar uma desculpa para postergar isto" , pois é nisto que eu acredito!

Talvez você ache que fui "intrometido" com relação ao rapaz, que eu não tinha nada que ter falado aquilo, que a vida é dele e que as decisões devem ser dele, aliás, vc pode até achar que eu não tinha "o direito" de fazer este tipo de comentário...
A luz de "princípios éticos" eu diria que você tem total razão... o livre arbítrio é importante... mas eu também penso que nós aprendemos uns com os outros, o ser humano é um ser social, aprendemos e construímos com a experiência do outro! Então, á luz dos princípios humanos, e com meu sangue de "´pai" sempre circulando nas veias, eu acho que minha postura pode ajudar... ou ao menos fazer pensar... para mim fica a sensação de "ter feito o que devia fazer" sabe? E eu sempre prefiro pecar pelo excesso que pela omissão...

Eu, que  comecei a sair do armário por volta de 20 anos, teria me beneficiado muito se tivesse encontrado algum "leading role" para me dar este empurrão, para me dar esta certeza de que as coisas iam ficar bem, iam melhorar, algo como o projeto IT GETS BETTER faz, trazendo depoimentos sobre vários processos de saída do armário... 

E você, qual a sua resposta para "QUAL É A MELHOR IDADE PARA SAIR DO ARMÁRIO"?


Resultado de imagem para i´m backsim sim... meus posts rarearam um pouco... mas é que eu estava viajando de férias... I´m Back! Did You Miss Me?

8 comentários:

  1. A sabedoria permeia quem a busca e este é o seu caso amigo ... O que dizer disto?
    ""você viu a dificuldade que estes homens tiveram em sair do armário depois de "velhos"? viu o quanto eles sofreram? então faz um favor a você mesmo e ao seu futuro, saia do armário o quanto antes! você viu que todos eles relataram quanto a vida deles melhorou depois disto não viu? e se vc precisar de ajuda, precisar conversar, vc já viu que tem um grupo grande de amigos aqui no grupo!"
    O rapaz sorriu e me deu um abraço...

    Foi dai que veio esta minha reflexão sobre qual seria a idade certa...
    Eu sei que a resposta correta, ou politicamente correta, para a pergunta "QUAL É A IDADE CERTA PARA SAIR DO ARMÁRIO?" é: "cada um deve definir isto em função da sua realidade, do meio em que vive, do seu momento, cada um sabe onde aperta o calo e sabe o que pode suportar em termos de consequências"
    Mas a minha resposta, quando surge esta conversa, é : "o quanto antes, não espere muito pois a tal HORA CERTA nunca vai chegar, você sempre vai achar uma desculpa para postergar isto" , pois é nisto que eu acredito!"
    Perfeito. Eu vivo livre por isto e, o principal, o mundo não caiu, ninguém morreu e tudo foi muito mais simples do q me parecia antes.

    ResponderExcluir
  2. Não acho que há hora certa e isso de ser o quanto antes melhor é errado, pois somos todos diferentes, vivemos realidade distintas e o meio que nos rodeia difere tanto que o que é mau para uns poderá ser bom para outros. Para mim a hora certa é quando a necessidade bater à porta, e quando tivermos vontade é apenas uma questão de a abrirmos.

    ResponderExcluir
  3. Depende da vontade de cada um ;)

    ResponderExcluir
  4. Não acredito que você tenha sido "intrometido". Foi acolhedor mostrando um local onde a amizade pode estar presente dentro dos conflitos que existem em todos os homossexuais, porém.....( sempre tem um...rs)... Cuidado para não utilizar o seu trajeto de vida como referência para apontar o "opening" de um outro gay que possa estar dentro do armário. Existem situações bastante dramáticas que envolvem o "armário de cada um" ..... Apenas sair dele pode não ser a melhor solução a depender do caso de cada um....Mr. Downs tem um capítulo belíssimo sobre o assunto....LEIA!!!
    E sim....sentimos a sua falta!
    bjs

    ResponderExcluir
  5. Eu não sai do armário , me tiraram dele rs
    Acho que é como você falou , não tem como adiar muito , você não vai saber a reação da sua família , amigos , até a própria aceitação.
    Acho que pra mim , o mais difícil foi reconhecer , descobrir homossexual , ter um sentimento por um homem foi a certeza que eu era gay e ai ? Família conservadora , nordestina , matriarcal , então foi psicólogos , psiquiatras não por ser gay ( cura ) mas por problemas que aquilo internamente ia me causando ; depressão , fobia , pânico , por ai vai ...
    Talvez se assumir , se reconhecer e contar ou não contar mas se comportar como alguém que gosta do mesmo sexo evite , com certeza tudo que eu passei e muitos outros jovens. Eu literalmente fui jogado numa parede com três irmãos desesperados , chorando num sofá , perguntando como isso tinha acontecido ? Que não era coisa de Deus enfim , uma sabatina grande. Cada um tem seu processo , é um tema muito legal , porque poderia escrever horas sobre isso e ler também , nos faz pensar quanta coisa podia ter feito diferente. A minha " aceitação " veio com minha mudança para São Paulo " e com minha estabilidade mas até hoje , tenho alguns receio em público mas muito menos e como médico também não me preocupo em não demonstrar , perguntou , ninguém pergunta , eu desconverso Rs
    Legal
    Abraço forte

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Poxa, muito legal teu comentário... realmente eu creio que para muitos a autoaceitação é mais complicada do que exatamente "sair" do armário... Acho que fui por essa estrada também..

      Hoje tenho a tendência a acreditar que os jovens tem uma maior facilidade em se verem gays, ficando esse peso de se declarar para a familia.

      Até.

      Excluir
  6. Eu acho que há "armários" e armários... a sensação que tenho é que para alguns de nós, o armário era um fator limitante que dificultava vivermos nossa sexualidade e até mesmo nos entendermo. Vejo muitos jovens que levam uma vida gay, de certa forma até "assumida", mas que em casa se colocam "dentro do armário".

    Lembro de um amigo de um amigo meu, ele tinha namorado, "tocava" o terror pelas boates de SP, mas que adicionava ninguém em rede social ou mesmo permitia que os amigos ligassem em casa, porque ninguém podia saber que era gay.

    No meu caso, em nunca me senti em um armário... meio que em uma estratégia "suicida" eu me escondia no aberto, sempre tive amigos gays (que não sabiam sobre mim muitas vezes), eles sempre frequentaram minha casa e meus pais sabiam. Mais do que contar, eu sempre quis me preparar para que o dia que me perguntassem eu tivesse condições, calma e sangue frio para conversar direito!

    Achei seu "pitaco" muito válido para o moço! Salvo as particularidades de cada um, considero um bom conselho e gostaria de tê-lo recebido na minha época!

    Abração!

    ResponderExcluir
  7. Wagner5:53 AM

    Sair do armário para si mesmo é o mais importante e o primeiro passo. Quando? Ah, cada um no seu tempo. Em prol da sanidade mental, o quanto antes...

    Eu fui forçado a sair por um antigo namorado que me chantageou (história assustadora). Mas no final de tudo, foi bom. Ele achou que estava "me prejudicando", mas me ajudou bastante. Hoje sou mais feliz comigo mesmo. Enfim, saída do armário, eu recomendo...

    ResponderExcluir

Obrigado por seu comentário! Assim que possível lhe dou um retorno!