3 de novembro de 2015

eu não quero!

Já te aconteceu de você querer ser amigo de alguém e acabar percebendo que esta pessoa não quer ser amiga sua? Aquela pessoa que parece interessante, parece legal e você liga, convida, tenta marcar, e a pessoa sempre foge, dá uma escapada, desmarca... ás vezes até demora para você entender que ela não quer ser amiga sua, especialmente porque a pessoa não verbaliza isto, porque aparentemente ela não tem nada contra você... mas chega uma hora e você percebe, você desiste de ficar atrás da pessoa...e isto muitas vezes te entristece... Mas a gente tem que aprender a se mancar e não ser chato e insistente!
Resultado de imagem para relationship
E eu não estou falando quando vc está atrás de um "pretê", estou falando de amizade mesmo. Estou falando de gente que você acha interessante e gostaria de ser amigo... 


No estudo das RELAÇÕES HUMANAS aprendemos que para estas relações existirem precisa primeiro haver no mínimo dois humanos, e eles precisam querer se relacionar... não existe relação humana se o tal do "humano" não quiser se relacionar com você!

Isto já aconteceu comigo, eu querer ser amigo de alguém e não "rolar" da parte da pessoa. Eu convidei, chamei para sair e a pessoa recusava, ou combinava e não aparecia... Eu tenho uma amiga, dos tempos de faculdade, que é mestra em fazer isto... até hoje! Ela marca, diz que vem e ---- nada ---- nem lembra de ligar depois para se desculpar... Eu só insisto e continuo chamando ela,  porque ela sempre faz declarações enormes do quanto minha amizade é importante para ela, bla bla bla...
Mas, como não sou chato, na maioria das vezes, com outras pessoas, depois de tomar o cano uma ou duas vezes eu desencano de convidar...

Resultado de imagem para back offMas é claro que o contrário também acontece! Alguém que quer ser seu amigo e você não tem interesse na amizade...vc sempre desconversando para encontrar, para sair... e não é que você tem nada CONTRA a pessoa, só não sente que vai "dar liga"... E você "fugir" de alguém também não é legal... mas tb é complicado chegar e dizer - "eu não tenho interesse em sua amizade"... mesmo você considerando que sinceridade é uma qualidade. Mas o quanto de sinceridade seria interpretado como grosseria? 
Por isto eu consigo entender perfeitamente os dois lados da moeda... tanto de quem procura amizade e não recebe, quanto de quem é procurado e não retribui...

Mas o que fazer com aquela pessoa que não entende a "indireta", que continua insistindo?

Resultado de imagem para get a lifeNão sei se existe uma fórmula boa para isto... um jeito de falar logo de cara "vc é legal mas não quero ser seu amigo", ou "você NÃO é o tipo de pessoa de quem quero ser amigo", de uma forma que fosse fácil de falar e de ouvir... Acho que a "regra de etiqueta" comumente utilizada, de ignorar a pessoa, parece ser a mais sutil, a mais delicada, e só não entende quem tem problemas de auto estima... de amor próprio... ou que confunde a sua educação com fraqueza...
Será que exite uma outra maneira de fazer isto? De dizer  para a pessoa largar do seu pé?
E você ? Já quis ser amigo de alguém que não queria ser seu amigo? E já esteve do outro lado? Já recusou a amizade de alguém?

23 comentários:

  1. Ando vivendo exatamente isso ultimamente. Me esquivando de amizades que não combinam com meu perfil, saca? Gente egocêntrica normalmente eu me afasto. Gente que se acha também. Me dá preguiça conversar com gente que só tem o foco em si, em seus méritos moralistas, zZzzZ... Não dá para desenvolver nada mútuo e eu não tenho vocação pra ser mero espectador (há quem tenha! cada qual com sua tribo e vocação né?).

    PS: Engraçado que você sempre posta os "hits do momento" in my life. Tá me stalkeando é? hahahha

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. tô stalkeando não BOB! rsrsr, acho que estas coisas, estes assuntos, estão sempre no nosso inconsciente coletivo...abraços!

      Excluir
  2. Cê nunca me convidou pra sair, pra sua casa, pro seu facebook. Significa?? :-)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. boa Eduardo! hehehehe! nós ja saimos aquela vez com o Bratz.... e depois não marcamos nada marcamos? Eu dei o cano?
      Acho que ta na hora de organizarmos um encontro de blogueiros que acha?

      Excluir
    2. Ainda existe essa raça? Eu mesmo migrei pro Facebook. Mas eu topo um café com papo.

      Excluir
  3. Claro que já senti isso, de querer ser amigo de alguém e o interesse ser reduzido. Também não sou pessoa de andar atrás de ninguém, nem gosto que andem atrás de mim. Acho que um interesse genuíno é sempre bem vindo, o problema acaba por ser as 2ªs intenções, mas isso é uma outra história.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. verdade... mas nem sempre temos segundas intenções, só a intenção da amizade mesmo não é?

      Excluir
  4. Já estive de um lado, de outro, na transversal, na diagonal, enfim...., mas meu nível de "simancol" é altíssimo (entreguei a minha idade de bandeja...rsrs)! Deixo de incomodar rapidinho e também sei parar o incômodo alheio.
    Nada é mais desagradável quando a gente Impõe nossa presença a alguém!
    Acredito que deva-se tentar

    ResponderExcluir
  5. Já passei por ambos os lados. aliás, actamente estou a passar por um dos lados, após no Verão ter conhecido um amigo especial, que iria tornar-se mais do que isso, mas decidiu que afinal era melhor não nos falarmos mais e por aí. Agora tou vivendo o contrário. É a outra parte que me quer como amigo, que me passa a vida falando e tal,mas não tou "nem aí2. Vou falando por educação, mas é como dizes, nao sinto que "vai dar liga".

    Abração .3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mikel, vc contando do cara que não quis nada contigo, lembrei de um textomuito engraçado que li, procura a internet, GAY GOSTHING, da OUT

      Excluir
    2. Vou ler sim! obrigado ela dica! ^^

      Excluir
  6. Já estive dos dois lados e curiosamente o comportamento que critico quando as outras pessoas não querem ser minhas amigas e não me dizem, acabo por replicar quando não estou interessado em ser amigo de alguém. Os humanos são de facto, muito complicados.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. e ainda bem que somos HUMANOS! rsrsrsr, é o complicado que torna a vida divertida...não é?

      Excluir
  7. Vivendo atualmente os dois lados, bom mesmo ficar atento pra não incomodar e não ser incomodado. Quando vai ser amizade, a coisa rola espontaneamente, sem necessidade de ficar se esquivando por um dos motivos. Mas acho que é esse mesmo o caminho menos doloroso ... como você disse, é só sem mancar, e cada um tem um tempo pra isso ... rs

    Abraço !

    ResponderExcluir
  8. Vou dar uma de Edu pisciano sensível e lembrar que te pedi mais um contato e se bem me lembro, fiquei no vácuo... kkk

    ResponderExcluir
  9. Engraçado eu tinha começado a escrever um post sobre "ser visto", mas eu ia pelo lado do interesse mesmo, mas isso que você relata já me aconteceu sim...

    Eu conheço uma pessoa, somos "colegas"... nos falamos até com certa frequência e não é "por obrigação", mas nunca consegui ser parte da turma dele, então fico na minha! :)

    O inverso acontece com menos frequência, eu acho! o.O

    Abração.

    ResponderExcluir
  10. Ih, basicamente a história da minha vida. Os dois lados, e raramente encontro um meio-termo! KKKKKKKKKKKKKKKKKKKK
    Inclusive ontem, uma pessoa de quem não quero ser amigo me soltou uma senhora indireta em público, e só me sobrou engolir em seco e fingir que nem tinha ouvido.

    ResponderExcluir
  11. O contrário provavelmente já aconteceu. De minha parte não. Tenho o hábito de ter os pés atrás com as pessoas. Se percebo alguma indiferença por parte dela, já não dou sequência no "assédio". Aí fica por conta dela buscar. Não sei se me fiz entender.

    Beijão

    ResponderExcluir
  12. Amigo Homem..., antes de comentar deixo o meu agradecimento pela amável visita e comentário lá no meu espaço.
    Andei lendo os comentários por aqui e vejo que é difícil mesmo as pessoas se relacionarem em amizades desinteressadas, isso é comum em todos os seres, acho que é bom sentir o feeling, isso é possível só em um olhar, para tanto basta concentrar um pouquinho e tudo bem, a gente sempre acha saídas!
    Abraços, gostei de ler por aqui!

    ResponderExcluir
  13. Nunca tal me aconteceu. Já aconteceu, sim, amizades não darem certo. São riscos que se correm.

    Creio que nos dias que correm é imprudente negar uma amizade, se tudo o que se pretende é, efectivamente, uma simples e sincera amizade. Claro que havendo intenções dissimuladas, então é sensato rejeitar-se.

    um abraço.

    ResponderExcluir
  14. É realmente um dilema que não sei se tem uma solução...

    ResponderExcluir

Obrigado por seu comentário! Assim que possível lhe dou um retorno!