30 de janeiro de 2016

GAyzãO!


Nossa homofobia internalizada está sempre á espreita!  Por mais que você seja "esperto" ela acaba aparecendo!

Eu troquei de carro mês passado e eu tinha que escolher novas placas, o sistema do DETRAN disponibilizou algumas opções de placa e a que era mais conveniente, especialmente em função do rodízio, tinha as letras GAO
Na mesma hora eu pensei: - "Se colocar esta placa fica meio parecido com GAY, na realidade GAYZÃO*, acho que vai dar muita bandeira" "melhor mudar de placa".
(*) Isto aconteceu em parte também porque eu tenho esta mania de fazer um jogo mental, bobo devo confessar. Vejo a placa do carro e fico tentando formar palavras ou siglas.... o  EPS da placa do carro  na minha frente no semáforo pode virar EPiStola ou Escola de Primeiros Socorros... DRI 1952 pode remeter a DR. Irineu  nascido em 1952 ou esquaDRIa.... loucura né? o meu caso é grave!

Eu até perguntei para a atendente "não fica muito gay?" e ela respondeu "nada a ver"

Por sorte, ou por treino, na mesma hora eu percebi como - mesmo com tudo que aprendi - aquele momento de "parecer gay" mexeu comigo! Pode parecer ridículo, mas não é! A nossa homofobia internalizada, que aprendemos em tenra idade, esta lá presente, como está presente nosso respeito aos mais velhos, nosso eventual machismo, nosso gosto por música e artes. São coisas que aprendemos sem nem saber ao certo como, mas que nos constroem, coisas boas e coisas ruins. 
Se eu não fosse gay minha homofobia provavelmente não seria um "issue", eu exercitaria ela fazendo piadas sobre gays ou me divertindo com os personagens gays caricatos presentes no humor. Se eu não fosse pai de uma menina o meu machismo talvez não me atrapalhasse...
Se a placa sugerida fosse HET, MAN, DAD,  talvez estes pensamentos nem passassem na minha cabeça, pois não mexeriam com minha "viada" pessoa! 

Mas eu sou gay, e minha homofobia tem que ser tratada com a atenção devida, tipo um animal selvagem, á distância e com respeito! Tudo isto se passou em segundos, milésimos de segundo, porque eu ainda consegui responder para a moça que me atendia:

- "eu sou gay, vai ser divertido ter uma placa GAYZÃO no carro, vai essa!"
Ela riu - talvez um pouco envergonhada com minha reação - e hoje eu sou o feliz proprietário de um carro com placas GAO!

E.T.: tinha a opção de placa FUK.... mas ai já seria demais né?

Me conta! Qual foi a ultima vez que sua homofobia interna atacou? 

E mais uma...

Será que agora você vai ficar formando palavras com as placas dos carros? HEHEHE!




23 comentários:

  1. Eu não teria dúvida alguma ... pegaria a placa FUK ... rs ... Tb troquei de carro e a minha placa, sem ecolhas, a q o DETRAN colocou por conta dele PXF ... o e será que o blogueiro aí vai ler nela??? kkkkkk

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. que tal ProXeneta XenoFobo? hahahah... um cafetão que só agencia moças do próprio país! rsrsrsr

      Excluir
  2. Opa pois é. É difícil. Beijinho

    ResponderExcluir
  3. Anônimo8:25 PM

    Nao sei se alguem que conheço lê esse blog, mas em casa já tivemos um carro com a placa KCT rs
    Nick

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. KCT já é golpe baixo! nem da chance para a imaginação! O pior deve ser quando tem que dizer sua placa para alguem! rsrs

      Excluir
  4. eu e o meu namorado sempre fazemos isso quando vamos dirigindo na estrada.
    Quanto a homofobia, estou com receio de ir trabalhar amanhã com a aliança que compramos este fim de semana para comemorar 20 anos de vida conjunta.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. espero que tenha dado tudo certo no dia de "estreia" de sua aliança! eu usei aliança na mão esquerda durante muitos anos e ninguem nunca perguntou nada sabia?

      Excluir
  5. "Me conta! Qual foi a ultima vez que sua homofobia interna atacou? "

    Boa pergunta ... não sei dizer, nem alocar nenhuma situação específica. O que significa que ainda não apareceu ou que é bem pequena.

    Acho que todos formamos palavras com as letras das matriculas. Já tive um dragão ( DG ) mas devido ao trauma de andar sempre com chaço velho nunca terei um NF . ;)

    Parabéns pelo blog. Já o leio há algum tempo e os seus posts têm sempre o condão de me elucidar e pôr-me a pensar. Um bem haja.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. obrigado Magg! que bom que gosta do que escrevo... e vc tem seu blog?

      Excluir
    2. Pois, não tenho blog. Sempre li mais do que escrevi :) .

      Excluir
  6. Eu também gosto de imaginar nomes e até respostas com as matrículas dos carros! por vezes chego a criar frases à medida que passam, porque é divertido e ajuda a distrair, quando se está à espera do bus ou do metro ou de alguém.

    ResponderExcluir
  7. Luto com essa bendita todo santo dia! Virou quase uma amiga....

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. take care josé, esta amiga pode ser bem "falsiane"

      Excluir
    2. Eu disse QUASE uma amiga.....rsrs

      Excluir
  8. Eu supero isso todos os dias quando entro no meu apartamento número 24. Rs

    ResponderExcluir
  9. Daniel Freitas11:26 PM

    Ja sofri e ainda sofro mto por ter uma fala bastante engraçado (gosto de tirar sarro de tudo)... as vezes tenho q me policiar bastante. Sou um gay casado não assumido (por enquanto) e por isso tenho q fazer uma linha mais machão, algo q n combina comigo.

    Quanto as placas... Um dos meus carros é (NVT) Não Vou Trabalhar e o outro é (NFP) Não Fui Passear. Sendo que uso o primeiro para passeio e segundo para trabalho. Olha a ae a vida me jogando umas verdades na cara. Kkkkkk

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Daniel, muitos tem que fazer alinha machão, não se preocupe que quando a hora certa chegar você vai saber!

      Excluir
  10. Eu dou apelidos para os meus carros, mas nunca pensei nas placas, também nunca escolhi as placas, sempre pego o que vem! eheheh Mas uma coisa que costumo fazer e "meio que somar" os números para ver que numero dá...

    Agora quando viajo de avião... quase sempre escolho a fileira 24... tenho uma teoria meio maluca, só mulher escolhe a fileira 24 ou "gays", homens no geral evitam! kkkk

    Quanto a homofobia internalizada... a tá sempre ai né...
    Agora tem esse lance que o Daniel Freitas comenta, eu sempre tive um "senso de humor" meio meu, acho que isso meio que denuncia as vezes... kkkk

    Abração.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. EXCELENTE! Acabo de incorporar mais uma mandinga no meu dia a dia! Fileira 24! otima ideia!

      Excluir
  11. Wagner5:34 AM

    Ahhh, faço o jogo com as letras sempre. Estou trocando de carro, feliz porque chegou no G, tomara que para mim tenha a opção GAY, já que perdi FAG e EXU (Hahahahahahahahaha).
    Agora, ser homofóbico, não me lembro agora, mas certamente já tive comportamentos assim.

    ResponderExcluir

Obrigado por seu comentário! Assim que possível lhe dou um retorno!