16 de fevereiro de 2016

boas surpresas na aparente normalidade...


Quando começamos a organizar as questões do casamento eu já me preparei para alguns momentos de dificuldade, em função da homofobia que permeia a sociedade. 
Fiquei até imaginando que ia me deparar com pessoas - ou empresas - que se recusassem a nos atender, por convicções religiosas ou coisa parecida, como eu já vi acontecer mais de uma vez nos EUA, quando uma empresa se recusou a fazer o bolo de um casal gay.

Então a primeira iniciativa foi ser super incisivo e atento a isto desde o primeiro momento. Quando pedia os orçamentos eu já dizia se tratar de um casamento de dois homens, e - quando ouve um segundo contato - eu pessoalmente falava das questões relacionadas a preconceitos que precisavam ser observadas e explicava que os funcionários envolvidos deviam receber orientação específica. Muitas vezes questionei se já tinham realizado um trabalho num casamento gay.
No geral eu diria que tive boas surpresas...

O Mr. Jay tinha conversado com a gráfica que faria os convites, mas acabamos indo lá pessoalmente para fecharmos a questão, pois achei difícil decidir isto sem "por a mão" nos modelos de convites... quando começamos a falar sobre o convite do nosso casamento eu não percebi nenhuma surpresa por parte do senhorzinho que nos atendia. Acho que ele ficou mais surpreso com nossa diferença de idade...kkkk
Em outros lugares, como os buffets, eu podia perceber as pessoas que nos atendiam rapidamente adotarem a postura ANA CLAUDIA, e achar o casamento gay uma "gracinha" e "super legal" e uma ou outra acreditando que a parte mais importante deveria ser a musica porque "vocês adoram dançar não é?"
No local que comprei as alianças eles pareciam estar mais preparados, inclusive a vitrine onde estavam as alianças mostrava uma foto de dois caras. de mãos dadas, e mesmo que seja uma "jogada de marketing" mostra uma certa posição em relação ao assunto.
Só falta agora eu achar uma Kim Davis no meu caminho...

Eu não sei se o preconceito na sociedade está diminuindo, ou se as pessoas assumem esta postura de "normalidade" por interesse financeiro - mesmo porque um casamento para menos de 80 pessoas nem tem um orçamento que traga muito faturamento - mas isto talvez não faça muita diferença, porque muitas coisas que fazemos em sociedade é porque é "o certo/obrigatório a fazer" e não o que gostaríamos de fazer, pois é bem mais fácil deixar o cocozinho do cachorro na rua do que levar para casa...

Tá certo que alguns dos orçamentos que pedi não vieram, mas eu acho mais fácil acreditar em INCOMPETÊNCIA do que em preconceito... o pessoal reclama de falta de clientes mas são muito ruins de atendimento em muitos lugares... Estou há duas semanas tentando achar um marceneiro e... um  veio sem sequer uma trena para medir o espaço, outro trouxe a trena, mas não trouxe as amostras dos materiais de acabamento e nem tinha papel para anotar as medidas... de numa destas lojas de planejados estou esperando o orçamento até hoje...

O José Soares me disse outro dia que talvez os convidados devessem ir de verde-oliva no casamento, pelo tom de militância que eu pareço assumir ás vezes... Tirando a parte do chiste do meu amigo, o gracejo dele tem um pouco de verdade embutida. Acho que de certa forma um gay assumido, que tem possibilidade de exercer sua homoafetividade de forma aberta e natural, pode ajudar a educar a sociedade, o meio que o cerca, fazer as pessoas pensarem no assunto, ou para criticar ou para ter um ponto de vista... até na minha família isto já começou, pois meu irmão teve que sentar com meu sobrinho para "explicar tin-tin por tin-tin como o tio dele vai casar com um cara... coisa que eu sei, ele vinha postergando. Casar então, nos dias de hoje, pode ser uma atitude política e social... além de uma prova de nosso amor e de nosso compromisso.

E você o que acha? Acha que eu tenho tido sorte de não encontrar um homofóbico no caminho? Acha que a sociedade está mudando? Ou acha que o pessoal atende bem por interesse? E será que devo pedir para os convidados irem de uniforme de batalha ?



12 comentários:

  1. Meu caro, hoje em dia, não ser homofóbico deixou de ser um favor nas empresas. Ainda mais nessa crise financeira. Quem não se adequar, vai ficar pra trás. Quanto a vocês, parabéns ! Eu não teria 80 amigos pra convidar pro meu casamento. Teria uns 200 que aceitariam comer de graça, mas meus amigos de verdade caberiam num quintal...rs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado pelo comentário D! Na realidade eu só tenho que convidar 40... mas nem sei dizer se são "amigos de verdade" a maioria é tudo parente... se fossem só os amigos de verdade ia caber numa kombi! kkkk

      Excluir
  2. Já comprei o terno oliva! Se tiver passeata, por favor avisar no convite, para providenciar máscara anti gás e colete!

    Brincadeiras e chistes a parte....
    Não encontrei uma única manifestação homofóbica durante a organização do meu casamento com o Carlos.... E olha que nós lidamos com as empresas mais heteronormativas de sampa. Todos foram muito profissionais e gentis.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Caro recruta, a manifestação será pacífica! hahahaha

      Que bom que vc tb não enfrentou resistencia... sinal que não dei "sorte"... se bem que eu não sei se estou lidando com "as empresas mais heteronormativas de sampa".. kkkkk tem varios viadinhos me assessorando! rsrsr

      Excluir
  3. Não nego a existência do fundamentalismo Homofóbico mas o vejo super valorizado qdo olhamos o todo da estrutura social. No ramo de negócios então, isto já foi superado à muito tempo. Se não pela consciência plena do respeito mas pelo menos pelo aspecto financeiro q envolve isto.

    Beijão e sucesso nos preparativos ...

    ps: já que a cor será verde acho q vou de Adão no Paraíso ... Uma folhinha de parreira ... kkkkkkkkkkk

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Caro Bratz... vc não sabe que os convidados não podem chamar mais atenção que a noiva? Que isto nãoé de "bom tom" Então este seu "costume" não seria adequado não é? kkkk
      Mas concordo, o fundamentalismo é muitas vezes super valorizado!

      Excluir
  4. A sociedade está a mudar, mas não tanto como gostaria.

    Quanto ao casamento, espero que corra pelo melhor, que seja o vosso momento e não dos convidados. Está nas vossas mãos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bem lembrado amigo! tem que ser nosso momento e por vezes nos esquecemos disso! Obrigado pela torcida!

      Excluir
  5. Que bom que deu tudo certo. Espero também que a sociedade como um todo esteja se tornando cada vez menos homofóbica e ao mesmo tempo menos interessada em se vender...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ronaldo eu tb acredito, como boa Poliana, que as coisas estão a mudar! abraços, obrigado pelo comentario

      Excluir
  6. É claro que a sociedade está a mudar ( basta pensarmos como tudo era há uns meros 10 anos atrás ) o que não invalida que se encontre quem seja resistente à mudança. Há que continuar a trabalhar para que a mudança se torne no regular.
    Parabéns pelo casamento, tudo de bom para vocês . :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado Magg! mas vamos ver se aceleramos este processo de mudanças!

      Excluir

Obrigado por seu comentário! Assim que possível lhe dou um retorno!