5 de maio de 2016

Mas é de verdade mesmo?

Resultado de imagem para é verdade
Umas das coisas mais engraçadas que tem nos acontecido em relação ao casamento, e que eu  não tinha previsto, tem lugar alguns segundos depois que convido uma pessoa para o casamento ... quando eu ouço:
" - Mas é de verdade mesmo? "
" - Como é que é ?"

Eu estou achando graça do assunto agora, mas no começo eu ficava irritado, numa postura que definiria como afirmativa, eu achava um absurdo a pessoa de certa forma "duvidar" da verdade de nosso casamento! E nem tinha muito saco de me explicar... falava:
"- Casamento normal, igual ao de qualquer outra pessoa"

Depois eu fui percebendo que a curiosidade/dúvida das pessoas era até aceitável, pois eu percebi que muitos amigos, vários amigos gays inclusive, nunca foram num casamento gay, e mesmo ficando verdadeiramente entusiasmados com a ideia ... e também perguntavam:
"- Como é que vai ser?"

Acabei entendendo que isto ocorre porque as pessoas tem na cabeça aquele formato de casamento com o combo "casamento religioso na igreja decorada" + "festa no salão" e, intuindo que o casamento de dois homens não teria a parte da igreja -pelo menos não na igreja católica - ... eles ficam curiosos para saber como é um casamento gay... qual é o ritual... a verdade é que o casamento gay é uma novidade, sem nenhuma tradição, sem um forte vínculo religioso, ou seja - ninguém tem obrigação de saber como é!
E no final das contas, eu também estou tendo que usar minha cachola para definir como é um casamento gay, ao menos o ritual do MEU CASAMENTO GAY.

A primeira decisão acertada quem tomou foi o Mr. Jay. Ele fez questão, desde o primeiro momento, que o juiz de paz fosse oficializar o casamento lá na celebração. Fazer isto custa 3 vezes mais do que casar no cartório - e com diria meu avô, dinheiro não aceita desaforo -  mas ele argumentou que não teria sentido fazer a festa sem ter nada oficial. No começo eu achei uma coisa desnecessária, mas quando eu comecei a responder - com um pouquinho de paciência:
"- Teremos um juiz de paz, do cartório, lá na festa, para oficializar o nosso casamento, ao invés de fazer no cartório" Com uma frase só, explicando que é "de verdade" e "como vai ser", percebi que o Mr. Jay estava certíssimo!

Mas ainda tem muita coisa para resolver: vai ter cortejo? (aquele lance em que os padrinhos/madrinhas entram no lugar da cerimônia), os noivos entram juntos ou separados?  Vai ter votos? Arroz? Que roupa usar? Que cor a roupa das madrinhas e padrinhos? Qual a ordem das coisas? um monte de pequenos detalhes... mas tem muita coisa já tá resolvida... a roupa do nosso pajem, que vai entrar com as alianças... já está resolvida, ele é meu afilhado, o Edu, ficou bonitinho?


E você, acha natural as pessoa perguntarem "mas é casamento de verdade?"



33 comentários:

  1. Que moleque fofo!! Adorei.
    Olha, honestamente eu poderia ta casando com homem-mulher-gato-cachorro e meu casamento iria ser como o seu hahaha
    essa coisa convencional não é comigo, então teria que inovar muito hahah mas entendo as pessoas que perguntam sim!

    beijos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Então temos alguém disponível por aqui... huashuahs

      Excluir
    2. Ronaldo.. quero ser convidado hein!

      Excluir
  2. Se dizemos que vamos casar com pompa e circunstância então não há o que se perguntar nada, pois pois!

    Qto a mim não curto pompas e circunstâncias em nada! rs

    Beijão

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mas sabe como são as pessoas... adoram palpitar! rsrsr

      Excluir
  3. Eu também passei por isso, sou casado agora, mas ainda prefiro dizer que só namoro ... quando comentei para meus amigos, eles reagiam da mesma forma ... acho que quando se fala em casamento, as pessoas se remetem a imagem da igreja, véu e tudo mais ...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. já é casado e não fala? poxa, eu já estou na fase em que digo "meu futuro marido" quando apresento o Mr. Jay para todo mundo...

      Excluir
  4. Lindo o pequeno Edu, vai fazer bonito no teu casamento. Um post revelador meu caro, mas casas com a pessoa certa, veja só, para a grande pergunta teu Mr. Jay resolveu tudo contratando um Juiz de Paz. Podem existir muitas dúvidas de como fazer a festa, quem entra primeiro, etc, mas nada vai estragar o brilho dessa cerimônia. Nunca fui a um casamento gay, mas fico torcendo para a felicidade dos noivos, eu não abriria mão do arroz, não sei porque...
    ps. Carinho respeito e abraço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Jair... vai ter risoto no jantar... então não estou abrindo mão do arroz hehehehehehe!
      obrigado pelos votos queridos! queremos que seja uma festa de muita felicidade mesmo!

      Excluir
  5. Acho que a pergunta é espontânea, e as pessoas soltam de imediato, no qual concordo com seu ponto de vista que isto chega a ser irritante, mas como você mesmo disse, olhando por outro lado é uma pergunta natural...
    O bacana é que na internet tem muitas dicas e podemos criar coisas bacanas para estes momentos...

    Seu afilhado ficou um charme em pessoa...

    * Compartilhe as fotos do casório...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ro, estou recorrendo MUITO á internet, para resolver varias coisas, mas no fim das contas a decisão final - até memso pelos gastos - tem que ser adaptada! rsrsr

      Excluir
  6. Parabéns antes de tudo...
    Acredito que seja comum sim, as pessoas perguntarem sobre o casamento não como dúvida, mas sim como curiosidade latente de quem nunca experenciou esta celebração que convenhamos não é normal assim...
    E mais uma vez 'as gays' borrando a norma e causando sinapses em cérebros alheios!
    Eu ia querer um drone se eu casasse um dia. Pra ter tudo documentado "lá do céu" também...
    Abraços.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Drone... boa ideia! pena que é dentro de um salao, com o teto baixo... vou guardar a ideia para as bodas de ouro! rsrs

      Excluir
    2. Bom quem vai querer ser convidado pras bodas então sou eu hein... Grava meu nome em algum lugar pra não esquecer daqui 50 anos...

      Excluir
  7. Olha, de fato... até acredito que as pessoas podia guardar para si o espanto, afinal, você não é Wikipedia! ;-) Mas acho compreensível a curiosidade e até a pergunta, mesmo nos casamentos "tradicionais" as coisas tem mudado.

    Minha irmã optou por casar apenas no civil, aguardou meses para que a cerimonia fosse oficializada por uma juíza de paz muito conhecida e que não se apega somente ao rito, ela geralmente fala algumas palavras. Foi uma cerimonia linda, íntima, mas foi perfeita... cerimonial, buffet, foram show!

    E no caso dela... "o pajem" escolhido para levar as alianças foi minha tia-avó, por quem ela e o meu cunhado tem muito carinho, foi uma grande emoção para todos os presentes quando ela entrou carregando as alianças!

    Adorei o teu pajem e tenho certeza que vai ser uma bela cerimônia.

    Abração.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que lindo! linda a escolha de sua irma! eu se tivesse minha abuela viva a escolheria com certeza!

      Excluir
  8. E isso importa?
    A estranheza sempre cede quando o sentimento é verdadeiro.
    O protocolo de um casamento entre dois homens ainda não foi estabelecido.
    Que seja belo como vocês dois!
    beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Esta semana, como bem sabes, estou mais para "racoon", mas agrdeço ao elogio da minha beleza! rsrsr

      Excluir
  9. Acho que é normal, mas se pensarmos bem essa pergunta também poderá ser feita a um casal heterosexual, pois casamento envolve uma série de coisas, é um compromisso que envolve muito de quem vai casar.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. sim, eu tenho uma amiga que vai casar um mes depois e estou bombardeando ela de perguntas... obrigado pelo coment, abraços!

      Excluir
  10. Essa pergunta não acho normal, mas compreendo a questão. Eu acho que tu disseste tudo no teu post. As pessoas tem uma ideia geral de um casamento e num casamento gay as coisas ainda são ligeiramente diferentes - não se pode casar pela Igreja para já, mas creio que havemos de chegar a esse dia. :)

    Posto isto, é bom que as pessoas fiquem entusiasmadas com o teu casamento, afinal, é sempre um evento especial para ti e para o teu maridão. :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Esfinge, realmente a hora de casara na igreja se aproxima... esta semana parovaram o casamento gay na italia... daqui a pouco o Vaticano vai ter um monte de funcionarios casados com homens... eles vão ter que ceder mais rapido que pensam!

      Excluir
  11. Casamento é de verdade, independente de gay ou hétero! E só diz respeito ao casal! Mas, as pessoas não perdem a mania de querer saber das coisas... Vai entender?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Lu, perguntar é normal, mas vc precisa ver a cara qe fazem! obrigado pelo comentario abraços

      Excluir
  12. Acho normal fazerem essa pergunta. Não significa que não aprovem, apenas que não é habitual.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo, mas no começo eu me enchia, de verdade...

      Excluir
  13. Olá, isso é verdade,as pessoas não perdem a mania de querer saber das coisas,e pior, se respondemos , muitos não aceitam os argumentos alheios e perdem oportunidades de saber se é de verdade ou não...belos dias,abraços!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. o pessoal gosta de perguntar .. lembrei do Adoniram Barbosa

      "Se você
      Num tá entendendo
      O que o papagaio tá dizendo
      Eu tô
      Posso até lhe traduzir
      Currupaco, papaco, paco
      Vê se não me enche o saco"

      Excluir
    2. o pessoal gosta de perguntar .. lembrei do Adoniram Barbosa

      "Se você
      Num tá entendendo
      O que o papagaio tá dizendo
      Eu tô
      Posso até lhe traduzir
      Currupaco, papaco, paco
      Vê se não me enche o saco"

      Excluir
  14. Eu creio que a pergunta vai assumindo uma faceta meio "bobinha". Com todo o esclarecimento que há, com a internet, com todos os artigos respeitantes, com a cobertura mediática da televisão e dos jornais, as pessoas já tiveram mais do que tempo para assimilar que, efectivamente, é um 'casamento de verdade'. É um casamento civil. A Igreja Católica lá terá os seus ditames, o que é natural, tratando-se de uma entidade constitucionalmente distinta e separada dos Estados português e brasileiro, nomeadamente.

    Uma dúvida que as pessoas costumam suscitar é a seguinte: será marido e marido, mulher e mulher?, ou seja, ficam com muitas dúvidas quanto ao tratamento entre o casal em si e perante os outros.

    um abraço sentido e felicidades a ambos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Aqui acho que vai ser Marido e Marido! Sabe que ainda não pensei sobre isso?

      Excluir

Obrigado por seu comentário! Assim que possível lhe dou um retorno!