13 de fevereiro de 2017

Muitos! E em todos os lugares! (é textão mas até é divertido)

Semana passada eu vivi um momento que considero sintomático... um sintoma ruim aliás,  em relação aos tempos que estamos vivendo...

Este mês completo 30 anos que me formei como arquiteto e, graças á tecnologia, algumas pessoas nunca perderam contato durante todo esse tempo (eu tenho umas 4 ou 5 amigas nessa condição), e estão organizando um encontro de 30 anos. Para isso começaram a encontrar e chamar outras pessoas. Formou-se um grupo bem grande no WhatsApp, com as pessoas trocando imagens do passado, mostrando filhos e até netos, uma grande fofocaida do bem!
Muitas risadas ao percebermos que todos estavam usando óculos, e espanto em ver que muitas pessoas pouco mudaram, e que alguns de nós estão francamente mais bonitos hoje em dia... cada vez que você abria o grupo tinha 100, 200 mensagens novas (o que pode ser um saco para muitos) eu estava me divertindo ao ver o entusiasmo das pessoas... 

Tudo corria muito bem, com alguns reclamando do excesso de mensagens, até que um dos membros do grupo postou uma imagem super desagradável.. a meu ver: (ao lado)
Eu fiquei esperando a reação das mulheres do grupo, até para entender o "contexto" possível daquela imagem... contei até 10, 20... passados mais de 15 minutos eu vi que ninguém falou nada... mas como sou meio lesado eu queria entender porque raios aquilo apareceu  e ninguem falou nada... então eu postei no grupo:

- Fulano (me dirigindo ao que postou) porque você postou essa imagem? Não entendi o contexto dessa imagem nesse papo de pessoas que estão se encontrando depois de 30 anos...
- De que imagem está falando ? (me pergunta o mesmo fulano)
- Seria bom a gente não perder o foco do grupo (argumentou a amiga que abriu o grupo)
- Estou falando dessa imagem com a mulher "dando pro marido e pro amante"! (disse eu... como se eu acreditasse que ele não sabia do que eu estava falando)
- Que imagem? (insistiu ele, claramente ele queria me intimidar a mudar de assunto... e eu fazendo a Polyanna)
- Fulano, como amigo de muitas mulheres e pai de uma mulher eu queria entender o contexto dessa imagem (dessa vez eu me dei ao trabalho de anexar a referida imagem novamente)
- Ah isso! Hahaha, acho que eu estou precisando de óculos como todos do grupo, acho que postei errado... "mas todos aqui são maiores de idade e não acredito que se acham surpresos com uma imagem sensual" (me respondeu o Fulano)
Contei até 10... 14...16... pensando seriamente em não responder... mas não deu...
- Desculpe Fulano, esta imagem não é sensual... é misógina e sexista...
Ai já apareceu um monte de gente aplaudindo...  ele dizendo, ok, desculpe foi sem querer...mas eu continuei pois já que tinha merda no ventilador...

Disse isso e me retirei do grupo...
 ( no final agora vejo ficou meio confuso... eu queria dizer que eu não concordo com minha avó que dizia - os incomodados que se retirem - eu acho que os incomodados tem o direito de se sentirem incomodados desde que respeitem os outros)
Acabei recebendo várias mensagens em privado, especialmente das amigas, agradecendo meu posicionamento, e ate um colega, que eu não falo há mais de 20 anos, me ligou para dar parabéns e me convidar para um almoço ou happy hour agora na próxima terça.
Por mim o assunto estava encerrado... eu realmente fiquei chateado com a história toda e senti que não dava para ficar lá fingindo que nada aconteceu, e fiquei triste por ver um colega de faculdade, de um curso tão cabeça aberta, ter este tipo de atitude...Mas para o Fulano não estava terminado... e o que se seguiu foi mais ou menos assim:

Uns 20 minutos depois que eu sai do grupo toca o meu celular, um número que não conheço, era o Fulano, e olha a primeira frase do cara:
- Poxa, não entendi seu comentário, se fosse uma mulher criticando o que eu disse até entendia, mas um homem fazendo isso é ridículo...
- Cuma? (nem soube o que responder)
- Eu não gostei que vc me chamou de misógino, eu nem sabia o que era essa palavra, tive que procurar no google para ver o que era, eu me ofendi, eu não sou um cara que odeia mulheres, eu tenho esposa, tenho neta eu me ofendi.
- Quero que você entre lá no grupo e me peça desculpas por ter me ofendido...
- Cuma? (nem lembro se falei algo)
- Eu quero que você entre lá no grupo e me peça desculpas na frente de todos, ficou muito mal para mim...eu me senti ofendido e quero que você resolva isso!
Ai ele parou de falar e eu pude argumentar algo como:
- Fulano, eu não disse nada sobre você, eu disse que a imagem que vc postou era misógina e sexista, um cara que respeita as mulheres jamais sequer teria postado uma imagem daquela, em qq grupo, aliás, nem deveria ter aquilo salvo no telefone, eu não vou voltar para o grupo e não acho que preciso me desculpar com você!
- Se você não fizer isso eu vou ter que tomar providências, se a gente tivesse pessoalmente a história seria diferente (sentiram o cheirinho de ameaça?). Vai ser por sua causa que eu vou ter o quinto infarto! Você foi muito covarde de falar aquilo e sair!
Eu estava com vontade de terminar aquele papo mas tava difícil escutar tanta abobrinha:
- Fulano eu sinto muito que você tenha tido quatro infartos, com certeza não fui eu quem os causou, mas pelo que estamos conversando posso lhe garantir que a sua questão é muito mais psicológica do que cardiológica, seu estado emocional alterado por uma palavra que você nem sabia que existia mostra isso. Se você acha que eu fui covarde, que eu estou errado e que eu tenho que aguentar consequências por favor fique á vontade, tudo que eu disse foi por escrito e você pode usar contra mim.
- Você me ofendeu usando palavras que eu nem conhecia, eu não odeio as mulheres, a imagem era só sensual!
- Se você não conhecia o termo misoginia é porque você não está minimamente envolvido com a defesa das minorias e não entende como o preconceito contra as mulheres tem feito vitimas ao longo dos anos!  respondi eu.
- Você está sendo irônico e sarcástico, você sempre foi muito esquisito na faculdade, (!!!!) eu sempre observei isso - emendou o Fulano...
- Fulano, eu realmente era estranho e esquisito na faculdade ... porque eu era viado, bicha, invertido, boiola, pederasta... e talvez isso fosse estranho para você! (mal sabe ele que sou mais viado e bicha hoje em dia)
- Então você vai entrar lá e se retratar? 
E eu: - Sem chance, se eu entrar lá eu vou acabar usando mais palavras que você não conhece e vai ficar pior,  e tem mais, a sua ligação está me incomodando e eu quero desligar! tá... ai meu nível de ironia e sarcasmo atingiu o ápice!
- Então você admite que me ofendeu e que eu estou certo em pedir retratação.
- Fulano, pense o que você quiser, vou desligar, boa tarde!

Eu mereço? O pior para mim foi ele falando, mais de uma vez  que "se eu fosse homem ele até entendia minha reclamação".. cara, que machismo indecente, nojento! Os preconceituosos estão em todos os lugares e destilam seu veneno de todas as formas...
Olhando de fora eu fiquei pensando que não deveria ter saído do grupo, mas como eu detesto briga, achei melhor sair... e depois no telefone, resolvi encurtar algo que não iria a lugar nenhum... e só ia mesmo causar um infarto no cara... mas fica difícil ficar quieto ás vezes!

E você, nas duas situações como teria agido? Já passou por algo parecido?





11 comentários:

  1. Rapaz, eu jamais entraria numa discussão dessas! Além de não valer a pena, você jamais conseguiria mudar o comportamento dele. Uma dica (rs), se é que eu posso dar: preconceituoso tem em qualquer lugar, com pessoas de qualquer nível de conhecimento. E esses meios “virtuais”, decididamente, não são o melhor local para esse tipo de discussão. Você está certo, ele errado e a vida continua...

    ResponderExcluir
  2. Sem ter o que escrever depois do comentário do Adriano.
    Para pelejar corretamente é preciso encontrar o local adequado ou vira bate-boca de "comadre" (sim.....foi um comentário misógino....rsrs).

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. josé ANTONIO PAIVA soares
      É um dos meus heterônimos...rsrs

      Excluir
  3. Em princípio até achei que vc havia exagerado na sua atitude de sair do grupo. Sua atitude de se posicionar foi perfeita. Mas achei exagero o resto. Bem! Em princípio! Fui lendo até o final e mudei radicalmente minha percepção. Que sujeito mais babaca.
    Parabéns pelas atitudes.
    Fica a dica. Faça outro grupo com as pessoas que te apoiaram na reação. Estas merecem sim continuar a amizade em um grupo. Qto ao imbecil, esquece! Não vale a pena nem ficar com raiva destas coisas inexpressivas.

    Beijão

    ResponderExcluir
  4. gostei da sua atitude e seu posicionamento franco e honesto. já enfrentei outras tretas com pessoas de faculdade por comentários similares e muitas vezes é melhor se retirar do que ficar perdendo tempo com pessoas que de fato nunca irão entender nosso posicionamento, veja bem, ele nem sabia o que significava ser misógino...

    e a dica do Braccini em fazer outro grupo é perfeita.

    beijos queridão.

    ResponderExcluir
  5. Bom, nunca aconteceu de alguém me ligar numa situação desse tipo ´exigindo` que eu pedisse desculpas.
    Mas, como o que houve ali foi uma provocação, eu respondo o seguinte: dependendo do tipo de provocação que a gente sofre, principalmente se foi em público, às vezes o melhor é fingir que não tá ouvindo.
    Sabe por quê? Se a pessoa provoca e você finge que não aconteceu nada, só tem 2 resultados possíveis: ou ela cala a boca e fica na dela; ou ela fala alguma coisa mais agressiva. E se ela falar alguma coisa mais agressiva contra você em público, quem perde a razão é ela, mesmo que você se defenda depois.

    ResponderExcluir
  6. Caraca!!!!
    Pior que grupos sempre tem aquele que quer bancar o engraçado e encaminha coisas sem medir consequências e sem pensar que pode ofender alguém...
    No grupo de minha pós sempre aparece algo deste tipo, já discutiram entre eles e não mudou muita coisa.
    Você teve uma boa postura, e com classe...rs

    ResponderExcluir
  7. Nossa, o clima ficou tenso lá no grupo. Mas é assim, com pequenas coisas que as pessoas mostram o verdadeiro [mau] carácter, como fez seu colega contigo.

    ResponderExcluir
  8. Não teria paciência para a discussão porque por vezes há pessoas que não merecem as nossas palavras e atenção.

    ResponderExcluir
  9. Eu pertenço a uns grupinhos no WhatsApp e, de facto, nem sempre é fácil. Muita bagunça e muito gasto de bateria. (risos)

    ResponderExcluir

Obrigado por seu comentário! Assim que possível lhe dou um retorno!