23 de abril de 2017

aqui não tem homossexuais

Resultado de imagem para homossexuais nao existem
As noticias da Chechenia de perseguição aos homossexuais estão assustando a todos... é a primeira vez desde a Alemanha nazista que esse tipo de perseguição acontece de maneira institucional. É claro que vários religiosos e sus denominações nunca deixaram de perseguir.. sempre com o mesmo argumento,,, que não existimos, que somos aberrações... parece tão ilógico pensar assim, tão irracional , mas eu passei por uma experiência há algumas semanas que serve para ilustrar um pouco como mesmo pessoas bem intencionadas podem ter sua mente lavada por questões religiosas:

  Lá na USP, na porta da FFCLCH, tem um rastafári que tem uma barraquinha de sandubas veganos, e como ele faz o sanduba na hora eu acabo conversando com ele, pois tenho bastante curiosidade sobre outras culturas, outros pensamentos... e como nunca fui para a Jamaica, achei que era uma boa oportunidade de aprender sobre o rastafaranismo. Ele me contou que vive numa comunidade rasta lá pelos lados de cotia (eu nem sabia que existia isso em sp) e que vivem segundo as normas da lei de Jah. Me contou que os homens (do genero masculino) não cortam o cabelo porque ele tem uma conotação no sagrado, pois ele como homem é automaticamente um estudioso e um "homem santo" de alguma forma... engraçado como várias religiões tem esta conexão com cabelo sagrado.
Resultado de imagem para rastafariPara não ficar muito por fora dos papos eu fui ler um pouco mais sobre a cultura rastafari, e no que fui lendo fui vendo que a mulher tem um papel bem secundário... não podem assumir cargos religiosos nem políticos... pelo cultura rasta elas só podem ser "do lar" basicamente. 
Ai fui conversar com meu amigo sanduicheiro rasta... e questionei como uma cultura que surgiu na década de 20, do século XX, tinha uma visão tão restrita sobre a mulher... e a resposta foi - esta escrito assim. 
E foi então que perguntei como eram vistos os homossexuais na religião e a resposta dele foi - não existem rastafáris homossexuais (!!!) . Eu tentei argumentar, falei para ele que estatisticamente de 10 a 20 % da população é homossexual e que com certeza havia rastas gays. Ele disse que não conhecia nenhum e nunca tinha ouvido falar de nenhum rasta gay. Eu ainda brinquei.. me leva um dia num culto seu que eu ligo o meu radar e te mostro os que são...
Ai eu perguntei sobre o que a religião falava dos homossexuais em geral - pois ele convive com o pessoal da FFLCH e tem muito gay, lésbicas, trans,  de pessoas de gênero fluido circulando por ali - a resposta foi, eles não são rasta e não tem nenhuma explicação para eles.
Ou seja, somos inexistentes para eles, ou somos aberrações, pouco dignos por estarmos fora dos modelos do "masculino" que eles aceitam...

De certa forma este pequeno episódio ilustra bem o que acontece nas doutrinações, a negação da realidade de forma a adequá-la á necessidade de dominação, o papel secundário da mulher, a inexistência de sexualidades diferentes, não me parece uma simples coincidência que todas as religiões monoteístas sigam o mesmo roteiro... 
Os rastafaris são estimados em pouco mais de 20 milhoes de seguidores, e talvez por serem poucos esse pensamento deles não faça muito "estrago", mas os 2,5 bilhões de cristãos e  os 1,8 bilhões de islâmicos , que não pensam tão diferente assim com relação ás mulheres e aos homossexuais, tem feito muitos estragos...

Dá para ter esperança com isso? Eu acho que sim, acho que como outras coisas - como o fim da escravidão, imigrantes, casamentos inter-raciais - com o convívio as pessoas vão se acostumando, vão aceitando, ou vão se resignando, seja qual for o modelo de mudança as coisas mudam, o problema é que demoram muito a mudar.

E você, conhece gente que nega a existência de homossexuais? Qual seria o caminho para mudarmos um pouco a cabeça dessas pessoas? Ou será realmente que não existimos?


11 comentários:

  1. Conheço até homossexuais que negam a existência deles e de si próprio! Daí nada de se estranhar a existência de outros que negam.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito...MUITO OBRIGADO Paulo Braccini..... A muito tempo não lia uma síntese tão boa sobre o discurso politicamente correto do "se assumir" ou deixar de assumir.
      Aplaudindo de pé!!!!!

      Excluir
    2. Concordo totalmente Antonio! Mr. Bratz estava inspirado nessa definição! Como eu disse abaixo, ser homofóbico parece estar desvinculado com a orientação sexual! abs!

      Excluir
  2. Quando os Gays deixarem de ser tão homofóbicos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Francisco, vc tem razao... me parece que ser homofóbico não tem nada a ver com orientação sexual não é mesmo? Obrigado pelo comentario! abs!

      Excluir
  3. Eu não nego nada nesta vida, gostaria era de negar a estupidez humana mas ela existe e tenho que conviver com ela.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Amigo no LImite! realmente a "umanidade" anda cada vez mais "des-humana"... mas como não estão vendendo terrenos em outras galáxias a gente tem que "dormir com esse barulho" affffff! Obrigado pela visita!

      Excluir
  4. Vale lembrar que a Jamaica é um dos países mais miso-hômicos do Continente Americano. Lá a homossexualidade é crime.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Verdade Leo, bem lembrado! Aliás, os paises africanos em geral - grande parte deles de maioria muçulmana pelo que sei, são ambientes bem hostis para mulheres, gays e outras minorias.... obrigado pelo lembrete! abraço!

      Excluir
  5. Anônimo3:12 AM

    Além dos preconceitos citados então os rastafaris também contra comer carne e outros alimentos de origem animal. Boa tb certos LGBTs pseudoengajados que defendem a religião vegan lerem: http://ceticismo.net/ceticismo/veganismo-desmascarado/
    Obs.: MarceloDC, hedc.linux no ProtonMail. Tive que utilizar o "Anônimo", eu abandonando o GMail.

    ResponderExcluir

Obrigado por seu comentário! Assim que possível lhe dou um retorno!