15 de setembro de 2006

Eu estava sumido não é?
Quero me desculpar com quem costuma visitar meu blog e também com quem se preocupou, sumir assim, sem aviso, sem explicar o que estava acontecendo, é muito chato, peço desculpas. Eu mesmo me cahteio com alguns blogueiros que desaparecem misteriosamente, e acabei fazendo o mesmo.
Na realidade não aconteceu nada.
Oops, claro que aconteceu, o que quero dizer é que não aconteceu nada de ruim ou desagradável, na realidade neste período tive muito trabalho, estou com duas frentes de trabalho pois tenho ajudado nos negócios da clínica do meu namorado, como alguns sabem.
Na realidade aconteceu uma coisa muito legal! Desde julho temos um cachorrinho! Um Maltês de 5 meses que vai merecer uns posts especiais, com foto e tudo, pois ele é uma gracinha.

- Tá, tá bom! Mas o que foi que aconteceu? Dá para ser menos prolixo?

Basicamente, uma pequena piração.
Eu comecei a ter a sensação que o blog estava ocupando mais espaço na minha vida do que devia, eu me preocupava muito com os posts, me preocupava em escrever coisas “legais” e inteligentes (sic!) Ficava muito curioso e ansioso por ler outros blogs, por ler os comentários do que escrevia. Gastava um tempão para achar a imagem perfeita.

Resumindo... eu comecei a achar que eu estava ficando viciado (adicct) em blogs

Então eu resolvi dar um tempo, ficar no mínimo 30 dias afastado, para ver minha reação, para saber se, como dizem as pessoas que fumam, “posso parar quando eu quiser”. No final foram mais de 30 dias, porque eu ainda não tinha certeza do que sentia. Eu até pensei em deixar de fazer o blog definitivamente, tenho certeza que conseguiria faze-lo sem problemas.

Mas...sabe de uma coisa? Eu decidi que eu não quero fazer isto!
Eu realmente gosto de ter um blog, gosto de ter um espaço para comentar as coisas, em especial as coisas relacionadas ao fato de ser homem, ser homossexual, ser pai, assuntos que tem pouco espaço.
Sempre gostei de escrever e algumas vezes pensei seriamente em fazer isto de forma organizada, quem sabe escrever um livro. Mesmo sendo pretensão achar que alguém ia querer ler!
Então não tem porque lutar contar isto, depois de uma certa idade aprende-se a ir atrás do que se gosta, sem falsos pudores, sem precisar se explicar muito, em especial se o que você gosta de fazer não prejudica ninguém.
Mas teve uma coisa que pesou muito na minha decisão.
Uma coisa me surpreendeu neste dias em que voluntariamente me exilei. Quando fui olhar meu contador percebi que o número de visitas se manteve constante, nestes pouco mais de 40 dias foram quase 7000 pageviews! Uma força do blog que eu desconhecia, que me faz, pretensiosamente, imaginar que o que tenho escrito agrada as pessoas.

Agora que compreendo mias o que estava sentindo sei que posso voltar á carga. Só posso agradecer a quem foi legal comigo neste período, recebi muitos emails além dos comentários, que não tinha como não ler pois caem direto na minha caixa postal.

E é isto ai! Como dizem os viciados em geral, o primeiro passo para a cura é se admitir que está doente!
E vocês não imaginam a quantidade de blogs em que as pessoas se declaram viciadas! Procure para se divertir!

10 comentários:

  1. Anônimo2:16 AM

    Bom , que legal que voltoua e screver coisas importantes para todos nos
    beijo grande
    dandara del tombo

    ResponderExcluir
  2. Oi... Fico feliz que tenha chegado em um acordo. Quanto ao que você escreve, é interessantíssimo! Eu compraria um livro seu numa boa!!! Tudo de bom!!!
    Bjuz

    ResponderExcluir
  3. Ola,

    Gosto bastante do teu site o leio com frequencia.

    Queria na verdade pedir a tua ajuda para ver se voce conhece algum grupo de pais gays em SP ou mesmo pais gays que queiram se comunicar/socializar/trocar experiencias com outros. Eu e meu parceiro acabamos de adotar um casal de gêmeos, gostariamos muito de conhecer outros pais na mesma situação mas não sabemos como.

    Inova parece ser bem centrado no público de lesbicas (a ver pelos eventos, muitos exclusivos a mulheres). O site de Familias Alternativas parece não existir (não conseguimos entrar) e no blog familias alternativas está desatualizado (ultimo post de 15/11/05).

    Alguem poderia nos ajudar?

    um grande abraço,

    jean e richard

    ResponderExcluir
  4. Legal você ter chegado à decisão de que deve continuar escrevendo aqui!

    PS: Aguardo fotos do cãozinho! :p

    Beijos

    ResponderExcluir
  5. Que legal que voltou a postar. Seus textos são inteligentes e geram muita reflexão e isso é bom, pois tem muita bobagem na net. Eu já tive algumas crises com o blog também , hj eu só escrevo quando quero e o que quero , sem rodeios e sem preocupações com comentários. É um hobby feito para mim...Bjs

    ResponderExcluir
  6. que isso, fábio, relaxa. ter um blog é legal e gostar do que se escolhe fazer melhor ainda. às vezes eu páro e penso se estou ficando viciada e a conclusão é: NÃO. eu posso parar de blogar e fazer outra coisa a qualquer hora. eu não deixo de ficar com a minha família, nem de cumprir meus compromissos pra blogar. a gente não tem que abrir mão do que gosta, ainda mais você, que tem um texto tão legal e escreve coisas diferentes. que ótimo tê-lo de volta. bjs

    ResponderExcluir
  7. o blog tah legalzão
    achei interessante meesmo!!
    hehe

    abração

    **volto aqui mais vezes. ;)

    ResponderExcluir
  8. Em parte vc está certo, há um vício gostoso em escrever e ainda mais em ser lido e reconhecido. Quando eu comecei a escrever no meu blog foi a mesma coisa, durante algum tempo eu escrevia, direto. Foi logo no início da febre, mas depois eu larguei. Será que em um determinado momento vc também não vaia cabar largando, ou isso somente acontecerá quando vc não mais tiver leitores que te façam essa doce cobrança de seus próprios pensamento e, que partir deles, façam os seus próprios?

    De qualquer forma, faça, escreva, leia, alimente. Expressar não é atitude, é uma ação.

    ResponderExcluir
  9. Anônimo1:22 PM

    Olá..... Pra mim é meio dificil falar sem saber o nome, mas "vamô lá..." rsrsrsrsrs

    Na realidade tenho lido seu blog a uns três meses, tenho gostado muito dos assuntos, mas percebi pouco sobre o tema "Pai Gay"... Tenho dois filhos de um casamento hetero e aceitei realmente minha sexualidade após esta experiência maravilhosa que foi ser pai. Hoje tenho muidas dúvids, principalmente sobre o futuro, pois hoje maus babys tem 8 e 5 anos... Você conhece algum grupo que discute ou que exista a possibilidade desta abordagem ???

    Grande abraço...
    André Luís
    alcoelho05@hotmail.com

    ResponderExcluir
  10. Obrigado pelo teu regresso!
    Ha poucos blogs assim...

    Bem vindo!
    :)

    ResponderExcluir

Obrigado por seu comentário! Assim que possível lhe dou um retorno!