11 de agosto de 2015

Micose Gay

Um dos grandes argumentos que sempre ouvimos, das pessoas que fazem questão de dizer que não tem preconceito contra os homossexuais, é: "eu não tenho nada contra, mas precisa fazer isto em publico?"
O argumento faz referência a questão do espaço público e do espaço privado, incluindo o acordo social tácito de que certas coisas - como demonstrações de carinho entre dois homens - devem estar restritas aos espaços privados. Meu contra argumento sempre é "se um casal hétero pode se beijar em público porque um casal gay não poderia?"
Eu pessoalmente não acho legal aqueles casais que "se sugam" em público, seja um homem e uma mulher, dois homens, duas mulheres... ás vezes numa balada mais quente, sabendo que as pessoas estão calibradas pelo álcool, dá ate para entender, mas na rua eu acho bem esquisito... me incomoda um pouco...seria eu careta? ou "beijodelinguafóbico"?

Mas ontem a noite me ocorreu um fato que me fez pensar um pouco nesta questão do público e do privado...
Estava lá eu na minha aula de História da Península Ibérica quando sentou do meu lado um "coleguinha" de seus 20 e poucos anos... ele estava trajando o outfit padrão de quem só faz faculdade: camiseta, bermudas e havaianas, e eu, como "pesquisador e futuro historiador", dei uma inspecionada no rapaz - um mocinho bem bonito aliás - mas meus olhos foram magicamente atraídos por seus dedões dos pés, cujas unhas eram absolutamente HORROROSAS E DEFORMADAS por micoses...ARGHHHH!
Era uma coisa absolutamente nojenta! Sério! Eu não sei se você que esta lendo isto está rindo ou esta com nojo... eu fiquei com nojo!
A minha primeira questão foi... "como alguém tem coragem (leia-se não tem vergonha) de sair por ai exibindo estas unhas FEIAS e ASQUEROSAS? Já que ele quer estar confortável que use um CROCS! Finalmente existe um motivo para usar CROCS! ... hummmm....será que todo mundo que vejo de CROCS está escondendo a sua micose?  Talvez isto explique muita coisa....

Eu já tive micose há uns anos atrás... e sério, eu iria á praia de meias para não mostrar nada! Fiquei meses sem mostrar os pés pois o tratamento de micose - bem feito e definitivo - demora muito!
Pelo perfil do colega eu logo imaginei que ele não tinha vergonha, pois muito provavelmente tinha aquela postura "as pessoas tem que me aceitar como eu sou" e isto não se referia somente ás suas crenças políticas, orientação sexual, gosto musical ou estilo de roupas... isto incluía as suas micoses, e ser contra elas talvez fosse um posição "pequeno burguesa", autoritária, ou da elite branca coxinha- se bem que ele era caucasiano...
Eu confesso que durante um bom tempo não consegui prestar atenção na aula... as peripécias de Dom João IV no processo da Restauração Portuguesa, e da dinastia dos Bragança, não foram suficientes para que meu pensamento saísse do módulo "micose, micose, micose" . E bem quando eu tinha decidido mudar de lugar para poder prestar atenção na explanação do Prof. Ricupero, o coleguinha acabou levantando e saindo da aula...bem na hora do tratado de Haia... ele saiu da aula e a Holanda deixou o Nordeste! 
Fiquei rindo sozinho... mas tenho certeza que o professor achou que eu estava adorando sua aula...e fiquei pensando...

Resultado de imagem para gay kiss cartoonSerá que o incomodo que eu senti quando vi aqueles pés cheios de micose sendo "esfregados" na minha cara é parecido com o que sentem algumas pessoas quando me veem abraçando ou beijando o Mr.Jay em algum lugar?
Será que em alguma situação, se eu tivesse uma criança pequena e ela chegasse perto dos pés daquele rapaz por exemplo, eu teria uma reação colérica pedindo que ele saísse, dizendo que ele deveria usar sapatos fechados, dizendo que ele deveria ficar longe das crianças porque elas poderiam "pegar" a micose? 
Será que eu apoiaria uma lei que criasse clinicas para cuidar da micose das pessoas, a "cura micótica", ou leis que restringissem a liberdade das pessoas com micose de saírem na rua? Ou deveria eu apoiar as pessoas que, como meu colega de faculdade, tiram suas micoses do armário e mostram para todo mundo? 
Eu diria que não tenho nada contra a pessoa que tem micose, eu até aceito a pessoa, mas ela deveria saber se comportar em público, deveria guardar sua micose para sí! Não é preconceito, é apenas meu pensamento! Isto não é errado é?

Seria o beijo gay uma micose? Talvez eu esteja exagerando na analogia, talvez eu esteja exagerando tanto na ironia que talvez ela reflita exatamente o que penso.... Não sei... Mas talvez eu tenha conseguido, finalmente, entender o que algumas pessoas sentem!

E você? Acha que devemos esfregar nossa micose na cara da sociedade?


20 comentários:

  1. Como feliz proprietário e usuário de um par de crocs, respondo: devemos.

    E sua analogia foi supimpa.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eduardo! Se vc não viesse aqui defender os CROCS eu ia mudar de nome! rsrsr Me lembrei na hora daquele seu comentário da outra vez que achincalhei os crocs! Se concordou com meu argumento... então talvez esteja na hora de usar havaianas! rsrsr abraços!

      Excluir
    2. Também uso! Quando não tá frio suficiente pra botar os crocs (com meia!).

      P.S.: Página errada, fiote...

      Excluir
  2. Hum... você está comparando comportamento homoafetivo com micose (uma doença)? Sinceramente... rs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Luis Carlos, a comparação é com "O QUE EU NÃO GOSTO DE VER "(micose) com o que "OUTROS NÃO GOSTAM DE VER" (dois caras se beijando). Fiquei pensando até que ponto eu posso criticar alguém por declarar não gostar de ver algo sendo que eu também tenho coisas que não gosto de ver! Comportamento homoafetivo não é doença!

      Excluir
  3. Como afirmou o Eduardo sua analogia foi portentosa. Caímos naquela questão do preconceito e do politicamente correto. Entendo q qualquer tipo de preconceito não é algo q se possa justificar e/ou alimentar. Mas na prática isto é algo q, não sei ainda, se algum dia o homem será liberto dele. Vejo muitos esbravejando seus discursos contra o preconceito, mas aqui entre nós: "Quem não tiver algum tipo de preconceito q atire a primeira pedra". Podemos discordar entre nós sobre os tipos de preconceitos mas, no fritar dos ovos, veremos q cada um tem o seu. Não há como escapar.
    Aqui entre nós:
    1 - Micoses horrorosas expostas livremente na rua deveria ser punida com pena de morte! kkkkkkkkkkk
    2 - Todos os que usam Crocs deveriam ir para a prisão perpétua, exceto o Eduardo pq ele é meu amigo íntimo ... kkkkkkkkkkk

    Beijão

    Beijão

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. é bem esta a questão Bratzinho! todo mundo tem preconceitos, alguns achamos mais aceitáveis, outros podemos considerar menos aceitáveis ... ainda vamos ter que evoluir muito espiritualmente para nos livrarmos...AGORA nos livramos dos CROCS é bem mais fácil! rsrsr
      Daqui a pouco o Eduardo, com sua extensa colheita de blogs vai lançar o blog EU USO CROCS E DAÍ!

      Excluir
    2. Olha! Gostei da ideia... Será que o domínio tá livre?

      Excluir
  4. Se nos apetecer, porque não?!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. é isto ai francisco! mas e a micose, como fica?

      Excluir
  5. Gosto de pés arranjados e bonitos - confesso que tenho uma pequena tara por pés rsrsr. Se fosse eu não sei se usaria havaianas nesse estado, ainda por cima numa aula de faculdade. Aliás, na minha faculdade os professores não autorizavam o uso de chinelos nos pés durante as aulas.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Por aqui NAMORADO o dress code das faculdades, especialmente em alguns cursos, é bem liberado.... mas nos meus tempos de colégio tb era tudo mais restrito.. nem tênis sem cardaços podia!

      Excluir
  6. O mais belo texto que você já escreveu aqui! Parabéns pela analogia, pelo discernimento, pela crítica, pela poesia de nossas micoses e micoses alheias!
    Levantando aqui e gritando : Bravooooo!!!!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. POXA... eu escrevo um monte de textos falado sobre o amor, sobre filhos, relacionamentos... e o mais aplaudido é um que fala sobre micose? Para o mundo que eu quero descer! rsrsr
      Brincadeira... eu te conheço... sei bem porque esta aplaudindo! abraços querido!

      Excluir
  7. Ri bastante com o seu texto.

    Já pensou que o rapaz talvez não tivesse problemas em mostrar a micose?

    Não acho que seja uma questão de esfregar a micose na cara de alguém :-p Eu quando não gosto não olho e acho que nunca vi uma, talvez se tivesse poderia estar a escrever algo totalmente diferente :-p

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vc não deve ter visto porque no oceano o povo está sempre com os pés dentro da água! Mas tenho certeza que se vc visse uma tb não ia conseguir tirar os olhos! rsrsrr

      Excluir
  8. Boa tarde, Amigo! com micose ou sem micose, é inadmissível que alguém entre num estabelecimento de educação de calção e de chinelos e que não seja convidado a sair na hora, só podemos viver em liberdade quando soubermos respeitar a liberdade dos outro, eu sei o senhor sabe, ambos sabemos que os homossexuais quando se beijam na rua, é pura provocação, também sabemos que infelizmente, existe da parte dos homossexuais a necessidade de chamarem atenção como se fossem as estrelas da companhia, é uma postura errada, todo o cidadão deve de ter uma postura discreta, humilde e inteligente, perante a outras pessoas.
    Em democracia as criticas argumentadas tem que ser aceites, quem não as aceita, pensa que é o dono da razão, parece-me o seu caso amigo, entenda que os gostos são relativos, não podemos gostar todos do amarelo.
    AG

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Peço desculpa pela intromissão mas dizer que "os homossexuais quando se beijam na rua, é pura provocação, também sabemos que infelizmente, existe da parte dos homossexuais a necessidade de chamarem atenção como se fossem as estrelas da companhia" parece-me um bocadinho preconceituoso. Os homossexuais não deveriam de andar escondidos ou de burka, porque "apenas" amam uma pessoa do mesmo sexo. Se me disser que abomina beijos na via pública quer em casais hetero ou homo, eu consigo perceber o seu ponto de vista agora só direccionar essa condição só porque são gays... bom... sem mais comentários.

      Excluir
  9. Sempre há aqueles "porra loucas" que não estão nem aí para a sociedade hahahaah...
    Enfim, situação complicada.
    Abraços!

    ResponderExcluir
  10. Micose é uma doença de anexos cutâneos , no caso as unhas , pode ser ou não transmitida a depender da imunidade individual específica aquele fungo. Tudo que é " doença " assusta para quem não tem conhecimento. Nesse caso específico , não podemos julgar , talvez ele quisesse tratar mas não teve acesso ao médico por exemplo. O comportamento de " repudio " vem de longínquos tempos , podemos citar a lepra , peste onde as pessoas eram isoladas e deixadas a Deus dará. Sobre preconceito , acho que se trata de " aversão " " medo " nojo " , assim como temos nojo por exemplo de uma pessoa vomitando por exemplo. Interessante a analogia , até para traçar uma discussão. Mas não vejo particularmente como "micosefobia" e sim como uma doença que precisa ser tratada.

    ResponderExcluir

Obrigado por seu comentário! Assim que possível lhe dou um retorno!