12 de novembro de 2006

não basta ser pai...

TEM QUE PARTICIPAR!

Acho que para ter filhos a gente precisa aprender a se adaptar, transmutar, reciclar, entusiasmar, porque enquanto os filhos vão crescendo seus gostos vão se alterando e o seu convívio muda. Se sua criança antes gostava de fazer "upa" no colinho do papai, agora ela prefer baixar arquivos MP3 no Ipod!
E você tem que ir se adpatando, participando e estimulando. E de vez em quando vai ter que fazer umas coisinhas que preferia não estar fazendo....que numa conceituação genérica poderia ser chamado de "atividade para silvicolas" * . Ontem fui levar 3 crianças para assistir ao show do Black Eyed Peas! Que eu, confesso, não conhecia muito, tanto que nem sabia quem era a Fergie! (e não vou dizer para quem não sabe...hehehehehe).
Para as crianças era tudo novidade, o tumulto, a fila, ganhar bandanas do TERRA, serem revistadas, o cheiro de maconha no ar, ficar de pé esperando o show começar. Se você já foi em algum grande show sabe do que estou falando...a parte chata é que crianças de 10/12 anos ainda são muito baixinhas para assistir shows na pista e eu tive que ficar levantando elas no colo.
Eu até gostei do show, as musicas são muito boas, hits que estão tocando em todas as rádios, e eles tem uma ótima presença de palco, apesar do som estar baixo e dos telões não ajudarem ninguem a ver o show.
Mas a parte que eu mais me entusiasmou, e que acho que pode te entusiasmar um dia se você for pai ou mãe, foi poder proporcionar esta experiência ás crianças, eu me lembro até hoje de minha emoção no primeiro grande show que assisti, o antológico show do Queen em 1980...emoção não se esquece. A capital de moçambique você esquece, os rios que forma a bacia do mississipi você esquece, mas emoções não se esquece
E é muito bom como pai, estar perto de nossas "crias" quando estes momentos acontecem!
E se você lembrar que talvez tenha obrigado seus pais a lhe levar no show dos MENUDOS, dos trapalhões...ou até da Xuxa...vai ver que a minha experiência não foi tão ruim assim...
E ai? Qual foi seu show memorável?

* "programa de índio"

4 comentários:

  1. Anônimo4:44 PM

    Adorei seu post... Mooooito bom.
    Você tem toda razão, fazemos tanta coisa que diziamos ser impossível, programas de índio, festa infantil, circo sem graça, shows (tive que levar meus babys no show da Pit), e o melhor de tudo (tipo comercial do cartão de crédito) a carinha dos seus filhos, com os olhos brilhando não tem preço...

    Acabei de ir lá no início dos anos 90, para ser mais exato, 10 de dezembro de 1992, eu não me lembro direito mas acho que foi no Anhembi, nuvens e mais nuvens de maconha, eu com o estômago embrulhado por causa do cheiro, e meu pai pedindo pra eu me afastar um pouco do palco porque eu iria passar mal...

    Coitadinho dele.... Deve ter sofrido mooooito naquele dia !!! rsrsrsrsrsrs

    Show do Guns N'Roses !!!

    Bjos.
    André Luís

    ResponderExcluir
  2. Cristina2:33 PM

    Sou màe de um rapaz homossexual , lindo , feliz , adoravel , mas seus pais nao estao assim . O pai ao saber, enfartou, nao necessariamente, pois tem colesropatia , mas nao aguentou ficar sofrendo calado , fazem 3 anos , eu chorei, sofri , mas tambem ainda nao aceitei legal . A poucos dias ouvi dele ,o pai : "eu ainda nao aceitei ter um filho homossexual , e nem voce ...", fiquei abismada como ele ainda sofre calado . Tem querido fazer terapia , mas nao efetiva . Moramos numa cidade pequena e sou profissional envolvida com a saude mental , para nós fica dificil nos trabalharmos aqui. Nao tem sido facil ficar calado , quero conversar com as pessoas mas meu marido nao aceita , para nao agredi-lo tambem me calo .Queria um espaço para poder falar e ouvir .Temos facilidade de fazê-lo no RJ , por favor me indique contatos para grupo de pais . Urgente . obrigado .Cristina

    ResponderExcluir
  3. Eu nunca fui em show quando criança e nem quando já crescido. Mas programas de índio, isso sempre. Levar na quinta da boa vista aqui no Rio. Ir no Zoo, parques de diversão diversos. Enfim, sempre que podia a minha mãe me levava a esses locais. Creio eu que um pai, independente de qualquer fator, tem que fazer essas coisas, são essas coisas que guardamos e dizemos, para nossos eus do passado, como os nossos eus do presente são gratos por essas lembranças. Dê aos seus filhos o que lembrar.

    ResponderExcluir
  4. Faz parte né ..rs...Mas qualquer experiência ao lado dos filhos deve realmente ser um momento de orgulho e prazer. Que inveja..Bjs

    ResponderExcluir

Obrigado por seu comentário! Assim que possível lhe dou um retorno!