20 de setembro de 2007

Traição na "parada"

Um dos maiores fantasmas nas relações, e eu diria que com mais peso ainda nas relações homossexuais, é a questão de TRAIÇÃO.
E, apesar do que sugere o título, eu não estou falando de traição "NA" PARADA GAY, estou falando da traição em geral.
Volta e meia fico sabendo de estórias de caras traídos pelos namorados, mulheres traidas pelas namoradas, esposas traidas pelos maridos que se envolveram com outros homens, e assim por diante.
No caso dos homens a justificativa sempre é a mesma - que é da "natureza do homem" trair, procurar mais parceiras, e bla bla bla.
Meu namorido até falava isto para mim na época que nos conhecemos, e ele era muito mais ciumento do que é hoje, ele dizia:
"- você é homem, mais cêdo ou mais tarde vai me trair.."
Como se ele mesmo também não fosse homem, e que, indiretamente já estava me avisando que eu ia ser traído. (risos)
É por isto que as pessoas insistem em dizer que gays fazem mais sexo que héteros, pois são dois homens, traindo duplamente, não é?
Mas porque as pessoas traem?
Acho que a traição, no caso conjugal, ocorre ou porque as pessoas estão infelizes, ou porque as pessoas buscam algo diferente (mesmo sem estarem infelizes). E sair da infelicidade e buscar coisas felizes não é necessariamente traição...Só vira traição porque se está enganando ou mentindo para alguém.
Mesmo eu achando que a traição é uma coisa que não é legal, não acho que a gente deva julgar e condenar o traidor, mas fico imaginando a decepção, a perda de chão, a perda de rumo de quem é traído.
Na realidade, além da traição conjugal existem outros tipos de traição. Quando se é traído por um amigo, por um companheiro de trabalho, quando se é traído por alguém que se confiou.
Esta semana mesmo soube de um cara, que indicou uma mulher para trabalhar no mesmo local que ele, e foi apunhalado duramente pelas costas. O mais brando que a "desqualificada" fez, foi contar para todo mundo que ele era gay.
Para que ela fez isto? Para tentar subir na carreira e preservar o emprego provavelmente...
Enfim, a traição, numa ou noutra forma, acaba fazendo parate do dia-a-dia das pessoas, e temos que aprender a lidar com seus tentáculos.
E você? Já foi traído (a)? Já traiu?

* (tradução da charge "O que você esperava? Quando casou comigo você sabia que eu era uma merda" cheetah ~ shit)


18 comentários:

  1. Oi, n�o sei bem o que dizer, vim te agradecer pelo coment�rio no meu blog, pretendia ser "social com vc, mas li seu post anterior e posso te dizer que vivo isso a cada momento, esse meu et�rno esconder-me dos outros. sabe, minha irm� descobriu meu blog e deixou um coment�rio que me machucou muito, novamente ela fala que Deus me quer casado com mulher e vai contra tudo o que todos podem dizer em rela�o a eu ser eu mesmo. nossa!! to meio poerdido, de qualquer forma obrigado pelo carinho, vc foi muito gentil mesmo.

    um forte abra�o.

    ResponderExcluir
  2. Já trai. Mas também acho que eu já fui traído.
    Adorei o teu blogger. Posso voltar aqui outras vezes?
    Abração

    ResponderExcluir
  3. Bom... traição é um assunto muito complicado. Ao meu ver, é algo sem perdão. Desde que eu e a Paula começamos nosso relacionamento, eu deixei bem claro que isso pra mim não tem perdão... se acontecer, acabou tudo. E ela concorda comigo, então, sem problemas. Mas muita gente pensa diferente. Acho que se as duas pessoas não se importam, aí é outra história... há relacionamentos abertos que dão certo. Não sei como, mas existe. Não me encaixo nisso, sou bem conservadora quanto a relacionamentos.

    Beijão!

    ResponderExcluir
  4. A traição, é tão dificil falar dela e lidar com ela. Eu mesmo traio mesmo achando isso terrivel, traio por medo de ser feito de bobo e ficar sozinho por isso vou sempre buscando novos amantes. Entre alguns dos meus amigos gays existe o tal do relacionamento aberto onde eles se permitem fazer de tudo, de certa forma sou compelido a cada dia a aceitar que isso seja normal. Mas não acho.

    ResponderExcluir
  5. naoe vitalidade nao.. e falta do q fazer :P

    ResponderExcluir
  6. Carolina3:19 PM

    Logo que vc deixou recado no meu blog, passei aqui pra agradecer a visita e te conhecer melhor. Obrigada pelo apoio!!
    Adorei seu blog...suas idéias...
    O tema sobre traição foi ótimo, nunca imaginei um casal gay em relação a traição..´pq no meio hetero o homem que tem a fama de traidor... achei bacana mesmo!! Parabéns.

    Meu blog vai começar com campanhas de conscientização... e um dos temas que já separei é a Homofobia.

    Te espero mais vezes lá!!

    ResponderExcluir
  7. Sim já fui traido por amigos...
    Doi muito mas também já pisei na bola com algumas pessoas, tive meus motivos, o maior deles com ctz imaturidade!

    ResponderExcluir
  8. Eu tenho um complexo grande com os relacionamentos homossexuais... Justamente por causa da traição! Não sei... por se tratarem de dois homens, as coisas as vezes são práticas e já começam na cama e terminam quando um trai o outro... Já trai, mas bem traido de ninguém saber. Já fui traido, mas mal traido de todo mundo me chamar de chifrudo...

    ResponderExcluir
  9. Já fui traído por amigos, mas por namorados tive pouca experiência nesse ramo. É uma questão muito complexa mesmo , pois envolve não somente o apetite sexual ,mas o poder de liberdade, o machismo e até a falta de confiança em si próprio. Insegurança mesmo...

    ResponderExcluir
  10. eu já trai, me senti mal, pretendo não trair mais. me adiciona no msn? paulo.hasse@hotmail.com abraço

    ResponderExcluir
  11. Falar sobre o que motiva uma traição é complicado, pelo menos pra mim. Fora os motivos mais comuns, infelicidade no relacionamento atual e pessoas que gostam de trair simplesmente por fazê-lo, acredito que hoje em dia com a banalização das relações, do respeito, do companheirismo e até da lealdade (adoro essa palavra) a traição parece que está suavizada, tornou-se para a massa "normal". As pessoas banalizam até o sentido da palavra "amor", dizem por qualquer coisas, dizem até pra quem recem conheceram só porque as fizeram gozar direitinho num dark roon qualquer.
    Isso tudo é tão triste. Mas enfim.

    Pra mim traiu não tem volta, não sou do tipo que perdoa, nem a mim perdoaria se traísse alguém que valesse a pena.

    Nunca traí e acredito nunca ter sido traído.

    Acho que sou um homem de sorte.

    Abraços.

    ResponderExcluir
  12. Anônimo7:53 AM

    Estou vivenciando um momento muito difícil na minha vida e a dicotomia da traição está presente em minhas reflexões. Lealdade e Fidelidade são diametralmente opostas para mim. Estou sofrendo hoje não pela infidelidade, mas pela falta de lealdade: meu namorado estava transando com outro em nosso apartamento. O que cada um faz com seu corpo, é muito pessoal, desde que as decisões tomadas não interfiram, não prejudiquem, não fluidifiquem o relacionamento. Gostaria de estar mais bem preparado para a situação que estou vivendo, mas é que eu estava preparado para a infidelidade e não para a deslealdade. Isso tá acabando comigo. Não é pelo fato de sermos gays que tenhamos que dar vazão aos 'institintos do macho' e sair por aí atirando pra todo lado, com uma desculpa baseada em pesquisas e teorias. Há muito mais a fazer em um relacionamento, como praticar resiliência, por exemplo. Para que uma hora de prazer desmedido em detrimento da possibilidade de uma vida juntos? Não consigo aceitar isso, gente. Nãso estou com raiva, não quero matar, não joguei as coisas pela janela... Não fiz nada disso. Conversamos ontem (uma conversa muito boa, inclusive). Ele se ressente e está muito mal com o que fez e diz saber ter me causado (até vejo sinceridade nele). Mas ABOMINO deslealdade. Parte de mim quer retomar o relacionamento, superar. A outra parte de mim n~]ao quer esse tipo de investimento, pois é muito custoso e perigoso. Agora, por incrível que pareça, tenho lembranças muito legais, boas mesmo. Receio uma tentativa vã, com um desgaste tamanho, que seja impraticável continuar e pior, com somente dissabores... Não sei... Estou completamente confuso... Se Alguém tiver um toque pra me dar... Vou ficar sisitando a página... Achei muito interessante a abordagem do tema... Parabéns...

    ResponderExcluir
  13. R.J.P.9:40 AM

    Incrível ter "cruzado" por este blog hoje... o tema, pelo menos no momento atual de minha vida, nao poderia ser mais atual. TRAIÇÃO... justificativas? motivações? Para mim, basante recente todas essas perguntas e outros questionamentos também se fazem presentes. Não consigo perceber tudo isso de uma maneira normal, e não estou aqui estampando a cara do corno manso, ou corno revoltado... mas sim, considero esta atitude de uma hipocresia sem fim, e confesso já ter recaído na besteira de trair um namorado... À época, achava que tinha motivos e razão no que eu fazia: com o passar do tempo, o namoro foi "amornando" e, num ato de insegurança e muita infantilidade, acabei traindo... Não gosto de pensar sobre o "bem" feito ou sobre o "mal" feito.. como eu disse, não é porque fui eu quem traí que eu acho certo. Com toda a certeza foi um ato imaturo, desnecesário... o prazer carnal dura muito pouco frente ao relacionamento que eu tinha. Sim, tinha: obviamente eu nao consegui conviver com tudo aquilo que estava se passando e o namoro acabou!
    Curada esta "dor de amor", investi em outro relacionamento, com um cara que se dizia maduro, que já havia pasado por poucas e boas nessa vida, em relacionamentos anteriores. Alguém que se demonstrava carinhoso e dedicado. Interessado em sber como estavam as coisas em minha vida, planos de casamento gay em países cuja legislação já progrediu a este ponto, ideias de ferias juntos, etc. Enfim, tudo aquilo que pertine a um casal que se ama e planeja construir algo juntos. Apesar de ser tudo muito novo, fui mais do que bem aceito dentro de casa, irmaos, pais, todo mundo (depois de um certo tempo, para se acostumar com a ideia, claro) começou a aceitar e até mesmo a curtir tudo o que se passava. Tivemos momentos de crise, como acredito que aconteça em todos os relacionamentos. Mas superamos... Depois de dois anos morando juntos, compartilhando tudo, mesmo... entramos em mais uma época de crises de desconfiança, isegurança...
    Bom, extamente por já ter passado por situação desagradável anteriormente, decidi agir com maior maturidade, até mesmo porque desta vez acredito estar mais preparado para enfrentar tudo isso. Ontem, todavia, descobri que há pelo menos dois meses (não há registros anteriores, imagino que tenham sido apagados) estou sendo traído. E pior, sofrendo todo o tipo de pressão por parte dele como se eu fosse o traidor a ser investigado, compartilhei senhas de email, orkut e afins, tudo, numa tentativa de demonstrar que nada havia ali...
    Porém... o choque nao poderia ter sido maior: por todo este tempo ele fez "bem" o trabalho dele, conseguindo até mesmo fazer com que eu pensasse que nao estava sendo tao presente, que eu nao valorizava o que tinhamos... mas, neste meio tempo, estive estudando para concursos (inclusive passei num) e trabalhando pesado, tentando guardar dinheiro para a reforma da casa, ou para trocar o carro...etc... enquanto isso, ele continuava com a mesma atenção e carinho, e algumas cobranças a mais... só nao poderia jamais disconfiar que eu estava sendo traído...
    Enfim, obviamente que hoje eu estou arrazado com tudo isso, nao conseguindo entender nada (há algo a ser entendido?), e tendo mil ideias maleficas, que sei que nao colocarei em pratica - sao apenas pequenas ideias bobas qe surgem quando estamos magoados ou com raiva...
    O motivo maior de escrever aqui é pra dar meu palpite: traição não tem motivação lógica: as vezes tudo pode estar indo muito bem, e a traição existir mesmo assim... o problema, no meu caso, é a hipocresia - aquele que faz, normalmente eh o que mais cobra e o que mais se diz inseguro com tudo. Afirmo isso por experiencia propria, tanto do que eu fiz quanto do que eu senti...
    Muito cedo ainda para eu ter uma perspectiva do que vai acontecer. Não consigo focar minhas ideias em algo construtivo, me sinto triste, deprimidissimo mesmo... eu amo aquele cara, de mais... amo muito mesmo. Jamais havia pensado em "desculpar" alguem por uma traicao, mas nesse momento ate isso tem passado na minha cabeça. Mas daí a pergunta: será que tudo isso vale(ria) a pena??
    Acho que estou numa situação quase semelhante ao do post acima (anônimo) quando se refere a confusão mental... realmente... nao sei o que pensar, como agir, o que fazer...
    Unica coisa que posso assegurar eh: traição está diretamente ligada ao sofrimento - de um ou de ambos!

    ResponderExcluir
  14. Anônimo6:20 PM

    Boa tarde a todos,me chamo Rennan tenho 17 anos...Estou me sentindo muito mal hoje... eu amo muito meu namorado, ja estamos ha um pouco mais de um ano juntos...mas por causa de certas contendas, ciume bobo e imaturidade terminamos um mes atrás! Sei que ele me ama muito também, mas durante esse periodo que ficamos afastados ele transou com 2 caras, e eu nao consegui me relacionar com ninguem mais desde então, hoje tivemos uma seria conversa, e ele esta disposto a voltar comigo... mas estou muito confuso,medo de ser traido, de sofrer novamente, só DEUS sabe como estou ruim hoje, caros amigos peço que me ajudem, mandem recados com conselhos para mim nessa mesma pagina pois me considero bastante jovem e meio que imaturo ainda... por favor o que faço? Será que volto e tentamos fazer tudo diferente? Abraço e obg pela oportunidade... aguardo resposta!!!!

    ResponderExcluir
  15. Anônimo2:59 PM

    Estou saindo do relacionamento homossexual de nove anos. Fui traído, enquanto estava com infecção urinária devido ter tido uma relação sem preservativo e está altamente estressado. Meu mundo desabou. O pior é que estou com uma dor de cotevelo do tamanho do bumba e não conssigo com compreender a razão. Estou numa fase péssima, desânimo e carência afetiva. Espero que haja um futuro para mim!

    ResponderExcluir
  16. Anônimo10:54 PM

    Manhoso
    Estou vivendo a experiência de ter sido traído dentro do nosso apartamento 01 Ano após ficarmos juntos uma traição tão absurda pegou alguém na sala de bare papo e levou pro AP percolei pq o amo mas será que perdoei mesmo ? ainda penso que ele me trairá a qualquer momento com qualquer uum desde que deseje e o réprobo será que s pessoas esqueceram riso ?

    ResponderExcluir
  17. Anônimo8:24 PM

    Foi o pior dos sentimentos que se possa sentir na vida e por um semelhante. Doeu, sangrou bastante ao sentir-me traido pelo meu companheiro depois de um casamento de 9 anos. Eu amava como o melhor sentimento que eu já senti por um companheiro em minha existência. O pior é que a traição veio acomapnhado de uma infecção por sifilis e um risco de HIV. Minha lealdade, fidelidade, honestidade... ele desmanchou por uma traição por outro parceiro. Hoje estamos dilacerados e não sei se ainda seremos felizes com outros comapnheiros!

    ResponderExcluir
  18. Meu Deus quanta traição. .. na verdade um amigo meu me dizia, vc também traia Luis. Como ele era meio bissexual e tinha namorada e em seguida filhos ai eu não tinha aquele sentimento firme. Até que eu descobri que ele vivia uma vida dupla. Ou tripla... nos últimos 4 anos de nosso caso ele estava casado no mesmo período com uma biba rica. Vivia o Fetischismus comigo, dava a foda para a mãe do filho para a outra Biba casada e as vezes chegava em casa para comer beber e ir embora. Eu respeitava sem saber ou imaginar que na verdade a energia sexual dele estáva esgotada. Em 2012 rolou muita pancadaria e delegacia. Pois sou homoxessual mas não aceito traição. Hoje 2017 ele comemorou o 30. Aniversário. ..adivinha com quem? Errou foi com a biba... hoje em dia tenho raiva desse filho da puta que em 7 anos só soube usar o meu dinheiro e mais nada. Eu ainda estou planejando o fim dele.

    ResponderExcluir

Obrigado por seu comentário! Assim que possível lhe dou um retorno!