27 de outubro de 2013

Os três terços.

O que é preciso para manter um relacionamento? O que é preciso para se apaixonar? O que é preciso para se encontrar alguém legal?
Pense bem! A maioria das pessoas está casada, ou se relaciona, com pessoas totalmente diferentes das que imaginou estar alguns anos antes não é verdade? Pense naquele garoto que você era aos 20 anos e tente lembrar qual era o seu perfil de homem ideal para namorar...
Provavelmente você está com uma pessoa muito diferente da que imaginou... ou idealizou....
Eu acredito que gostar de alguém é um conjunto de fatores, uma soma, ou se preferir uma equação, relativamente equilibrada, de três fatores. Um plano, pois a definição de "plano", de superfície é a existência de pelo menos três pontos não lineares...

30% é ADMIRAÇÃO - acho que não dá para a gente se relacionar com alguém que não admira, não precisa admirar tudo na pessoa, mas algumas coisas. Você pode admirar a beleza da pessoa, a educação, o conhecimento, o poder ou o status da pessoa, você pode admirar o cargo, a luta dela para chegar onde está, ou as conquistas dela,  e até mesmo o dinheiro que ela tem. Mas acho difícil um relacionamento onde as duas pessoas não admiram coisas uma na outra.

Além da admiração acho que outros 30% é RESPEITO, se você não respeita a pessoa com quem está você não consegue se comprometer com ela, e não estou falando em fidelidade ou exclusividade, estou falando em cumprir o que foi combinado. Você respeita a pessoa quando você consegue aceitar as diferenças entre vocês dois e consegue dar espaço para as individualidades existirem, onde as diferenças somam e não subtraem. Sem respeito duas pessoas não conseguem se comprometer e ficar juntas.

E temos mais 30% de TESÃO, se não há atração sexual, se não há desejo, se não há tesão, vamos ser honestos, o nome disso é amizade, ou, em alguns casos, interesses financeiros!

Você sabia que uma mesa de três pernas é mais estável que uma mesa de quatro pernas? Num relacionamento estes tres fatores, penso eu, funcionam mais ou menos do mesmo jeito, se um dos fatores esta mais fraco o outro compensa, se no inicio do relacionamento o TESÃO é maior, talvez com o passar do tempo o RESPEITO ou a ADMIRAÇÃO sejam maiores.

Mas ai você, que é inteligente, viu que está faltando 10% nesta pequena equação não é?
Esta parte que falta para o equilíbrio de um relacionamento eu coloco na conta do acaso, á sorte, á "conspiração cósmica", a conjunção dos astros, ao imponderável, ao inominável, e esta pode ser a diferença de um relacionamento 90% de um relacionamento 100%

E para você? Tem alguma equação para um relacionamento dar certo?


10 comentários:

  1. HAhaha e no fim de tudo quem ganha é cosmo rsrs sempre falo nisso u.u Se tenho uma equação de relacionamento? A minha equação ta sendo de segundo grau tá difícil pra resolver ainda não achei a formula mas não me caso de tentar varias saídas pra solução.

    ResponderExcluir
  2. Creio q estas frações estão de bom tamanho ... eu talvez acrescentasse mais um item:perseverança nos dias de cansaço e fadiga, principalmente os primeiros vividos ... a maioria das pessoas já vêm estes dias como sinal do fim ...

    ResponderExcluir
  3. Acho sua conta corretissima...

    ResponderExcluir
  4. sei que aos 20 a minha ideia de um par romântico e a ideia de amor eram bem diferentes. mas hoje, depois de todas as barras e da frivolidade nos relacionamentos, penso duas vezes, três vezes antes de qualquer impulsividade que até hoje não valeu a pena.

    grande abraço e parabéns pelo blog. ;)

    ResponderExcluir
  5. To comecando a achar que no meu caso, a sorte se dá com 91% e os outros 9 se divide nas outras categorias... ta difícil viu?! rs

    ResponderExcluir
  6. Tem horas que me dá uma certa preguiça da humanidade...rs mas enfim vamo q vamo...rs

    Abraços querido.

    ResponderExcluir
  7. Olha... no meu caso, isso quase a prova de um teorema! ehehe

    Mas falando sério, eu concordo com o teu texto, acredito nisso... e espero um dia poder construir um relacionamento assim.

    Abração e boa semana!

    ResponderExcluir
  8. Achei um pouco esquemático (rs), mas é por aí! Não necessariamente nessas proporções, digamos, matemáticas!

    Abraços

    ResponderExcluir


  9. As pessoas não podem idealizar uma rotina linda, onde os dois acordam todo dia de manhã tomam café numa mesa maravilhosa, leiam o jornal, comentam as noticias, o sol entra na varanda, depois vão caminhar com seus dálmatas lindos!
    Essa rotina cor de rosa do casal gay fazendo compras no Pão de Açúcar, só comprando coisas caras, geleias de blueberry, creancheese, torradas holandesas.
    Para, para, para!!
    Mercado... ah! minha casa é igual a todas, tem que comprar sabão, desinfetante, arroz, cebola... nada glamouroso...
    E os cafés da manhã dos sonhos?
    Em 8 anos de casado, isso acontece 10 vezes por ano e olhe lá!! Vai nessa!
    E somos felizes.... a realidade tem seu glamour!
    O marido é lindo na medida certa ( alias tive sorte, é mais lindo do que a medida), temos dias rosas, dias vermelhos e dias cinzas! A rotina é tão suportável quanto precisa ser e os Dálmatas? são gatos mesmos!!!

    ResponderExcluir
  10. PLASTICIDADE, essa palavra nem um pouco estática que permeia, dá a liga, tanto ao tesão, a admiração e o respeito!
    Entre os três itens citados por você apenas faltou a plasticidade para que em tempos de porcentagens flutuantes não haja a quebra entre essa trindade que sustenta todos ( todos mesmos !! )relacionamentos humanos!
    bjs

    ResponderExcluir

Obrigado por seu comentário! Assim que possível lhe dou um retorno!