5 de janeiro de 2014

"gingle bells" e "muito dinheiro no bolso"

Natal e Reveillon são duas datas definitivamente emblemáticas. O natal é celebrada como a data de ficar mais próximo de Deus (no caso dos cristãos) e falar sobre o amor, sobre o perdão, sobre reconciliação.
Já o ano novo é a data da celebração da amizade, da vida; é o momento de fazer planos e promessas, é o momento de deixar para trás os erros e focar no futuro.
Natal com a família reunida, cada um trazendo um prato, aquele esforço em ser simpático com parentes qe não tem "nada a ver" com você. Muita comida.
Reveillon com os amigos, na farra, quem sabe uma grande festa em algum lugar, muitos risos e fotos no Instagram. Muita bebida.
 
 
Eu pessoalmente, como tenho este estilo "family oriented", curto mais o Natal, com suas tradições e maneirismos familiares, curto festa cheia de criança e curto acolher e receber gente que eventualmente ia passar o natal sozinha. 
Já o Reveillon não me entusiasma muito... já passei vários sozinho (ou quase), sem nenhum trauma, pois não considero o dia 1 de janeiro como "o começo" de nada, e nem tenho hábito de fazer balanços e promessas!
 
Este ano foi exatamente como gosto, o natal em família - contando inclusive com a destoante presença de meu Cronos - com aquela bagunça italianada de distribuição de presentes, muita comida, crianças, um ambiente de muito amor. Foi o primeiro natal do Mr. Jay com nossa família, a acho que ele se divertiu muito - além de ter ganhado vários presentes, além de ter, com certeza, aprovado a comilança!! E nem parece ter ficado muito assustado com a bagunça que fazemos.
Mas também foi um momento de muita saudade de meus avós António e Maria, de minha tia Sônia, e de outras pessoas...
Já meu reveilon foi especial, meu primeiro com Mr. Jay, que me proporcionou um belo hotel a beira mar, champagne e, com certeza, ótima companhia! Á dois, bem entendido!
E a filha? Passou o reveillon no Sirena, com amigas... tirando muitas fotos! rsrsrsrs.
 
 
Sei que muitos homens e mulheres gays e lésbicas passam estas datas longe de suas famílias por não serem aceitos, ou se passam em família, não "devem" ou "podem" levar seus namorados e companheiros, o que é um saco!
Mas também sei que muita gente, por diversos outros motivos, também não vai poder estar com as pessoas que gostaria nesta data, ou por morarem distantes, ou por brigas em família que ninguém lembra mais onde começaram, ou até mesmo porque estas pessoas já se foram...
A todos mando meu abraço e um grande beijo!
 
E você curte mais o Natal ou a Passagem do Ano? Aliás, como foi seu natal e seu reveillon este ano?
 
 

11 comentários:

  1. Esse ano o Natal foi bem rápido e indolor, família fora e o trabalho me prendendo. Já ano novo, ahhhh meu favorito, foi cheio de gente, festa, bebida e foto!

    ResponderExcluir
  2. Pavor a Reveillon !
    Adoração pelo Natal!

    Passamos o Reveillon trancados em casa assistindo a última temporada de Downton Abbey.De festa à "fantasia" eu já tive muito nos palcos das óperas!
    Natal foi arregaçar as mangas, ir para cozinha ao som de Annie Lennox cantando Christmas Cornucopia!

    E fico muito feliz pelo seu final de ano! Você merece!!!!
    bjs

    ResponderExcluir
  3. Normalmente o Natal é com a família e a passagem de ano com amigos. Ou se preferir, uma data com a família de sangue, a outra com a família que se escolhe.

    Mas este ano, por todos os motivos, não estava com grande disposição para passagens de ano cheias de festas, fotografias, bebidas e outras tantas coisas. Tinha planeado passar com o namorado, mas como tudo correu mal, acabei por passar também com a família de sangue, cheio de pressa que chegasse dia 2 de Janeiro para ir trabalhar. Talvez para o ano, seja melhor :) Assim o espero :)

    ResponderExcluir
  4. Eu passei o natal em família, sou o único lá sem a esposa, já que somos todos homens, os primos, e é de fato bem estranho... nunca tive o problema do namorado pq ele nunca existiu, mas é de fato constrangedor pq minha avó faz questão de falar das noras/namoradas, já que o natal é sempre tão familiar, e eu fico lá sempre imaginando como seria se eu tivesse alguém, será que ele seria aceito?

    ResponderExcluir
  5. Oie querido:

    Por favor revele seu nome mesmo que seja inbox no Face porque eu querooo saber teu nome, ok?rss

    Um fim de ano delicioso hein e um começo estonteante...rs

    Tudo de melhor sempre.

    Beijo e linda semana.

    ResponderExcluir
  6. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  7. natal pra mim é família. ano novo pode ser ou não, depende do ano e do astral em que me encontro.

    feliz 2014!

    ResponderExcluir
  8. Natal = família. Ano novo = mundo! Hahahahaha Passei para conhecer o espaço e acabei dando uma devorada nos últimos posts. Excelente 2014 e volte sempre, porque eu voltarei. rs

    ResponderExcluir
  9. Natal com a família escolhida - no caso um casal de amigos, suas filhas e outro amigo, grupo pequeno e querido. Reveillon queria ficar em casa "a la" José Antônio, nas fomos ao Rio e foi ótimo. Ou seja - ceder pode trazer boas surpresas...
    Abraço, ótimo 2014 para vocês.

    ResponderExcluir
  10. Bacana que você teve bons momentos neste fim de ano, e um reveillon pra lá de marcante...
    Natal é família e reveillon farra com amigos.
    Que 2014 seja um ano de muitas conquistas.
    Abraços!

    ResponderExcluir
  11. Tbm tenho a mesma opinião sobre a mudança de ano. Se quer mudar alguma coisa você precisa fazer isso agora, não esperar um ano, um mês, um dia, uma hora que seja! Simplesmente não faz sentido.

    Quando ao Natal, bem, você já sabe que eu não gosto, mas não é nem o dia em si, mas as semanas que o antecedem você não conseguir ver mais nada além de vermelho, brando e verde em todo lugar e aquelas musicas irritantes.
    Tirando isso, eu gosto da comida :)

    ResponderExcluir

Obrigado por seu comentário! Assim que possível lhe dou um retorno!