8 de maio de 2015

Oi! Eu dei!

...Continuação do post anterior

O mais incrível - ao menos para mim - do fato da minha filha ter tido sua primeira relação sexual - foi a naturalidade com que ela encarou o assunto... ela contou, e conta, para as pessoas com a maior naturalidade. 

Não que isto seja ruim... eu acho até engraçado!
Quando fomos passar o fim de semana na casa da madrinha dela, de quem somos muitos íntimos, ela virou, no meio da conversa, e disse, Madrinha tenho que te contar algo... EU DEI! Isto no frente dos filhos dela, que são tratados como primos, a madrinha começou a rir, os meninos queriam detalhes... na maior naturalidade...
Na mesma semana a minha prima veio me contar que ficou até sem ar, quando estava no elevador com minha filha e ela virou, do nada, e disse EU DEI, com a maior naturalidade...
Pode até ser que algum moralista de plantão ache isto uma imoralidade, falta de bom senso, ou até uma banalização de um assunto sério. Eu acho muito bom ela encarar com naturalidade o assunto!

A gente GOSTA DE DAR presentes! Eu aprendi que o cérebro se beneficia disto! O sorriso de quem recebe ativa nosso cortex frontal, bem ali no meio dos olhos, o que gera uma sensação de prazer...até pensar em ser generoso já ativa nossa sensação de recompensa... 
Eu fico imaginando o quanto o cortex cerebral da minha filha ficou ativado com a alegria do rapazinho que foi o primeiro dela! (e também fico pensando em comprar uma espingarda.... rsrsrs)

Quando ela era pequena várias vezes ela vinha me chamar para ver o cocô dela no banheiro... Dizem que as crianças fazem isto porque sabem que os pais ficam felizes por ela ter feito cocô direitinho,  na privada ou penico, porque o cocô mostra que a criança comeu bastante... Mas é um tipo de ativação do cortex cerebral bem esquisitinha... que só pai e mãe acha bonitinho... (rsrsrsr)

Para mim, como pai, este momento marca de forma indelével o fim da infância de minha filha... ela não é mais criança! Não que eu infatilizasse minha filha, eu sempre a tratei com a idade que ela tinha, e muitas vezes até como uma criança mais velha do que ela realmente era, quando delegava responsabilidades para ela, decisões. E ela cresceu sabendo dos prazeres e responsabilidades e tomar as próprias decisões... Mas é um marco para o paizão aqui, sem dúvida!

E você? Quando deu saiu contando para todo mundo? A Patricia comentou que não contou para ninguém!

19 comentários:

  1. Espingarda? Não pode! Numa família bem estruturada e sadia, eu acho mais é que cê tinha que dar pra ele também!!!...







    (... Os parabéns, claro - calma!)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hahahahahahahahahhahahahahaha

      Isso aí, Edu!

      Excluir
    2. Edu, vou te dizer, o rapaz até que é um "piteuzinho"... vou pensar em operacionalizar sua sugestão! rsrsr, mas acho que se ele der para mim o ciclo se fecha melhor não acha? (maldade)

      Excluir
  2. rs rs rs...ri desse relato. Não há nada mais saudável, aqui pensando comigo mesmo que ter a naturalidade e transparência para lidar com esse assunto. Parabéns a sua filha por tratar dessa forma, e a você por encarar com bom senso esse passo importante da vida dela...

    as pessoas criam tabus enormes em relação a sexo...se mulher não conta quando deu pela primeira vez, imagine os homens...kkkkkkkkkkkkkk..

    Um ótimo dia das mães para sua...e pra vc tb, que sei fez papel de pai e mãe ( e se saiu bem, visto o texto de hoje)...a minha infelizmente ha dois anos não é mais possível o abraço físico...mas onde estiver, sei que continua zelando pelos filhos...

    abração.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. rafael, tenho certeza que sua mãezinha ainda olha por vc! e lembre-se, "só morremos quando a ultima pessoa que lembrava da gente morrer"!

      Excluir
  3. Que barato meu caro amigo ... sua naturalidade para encarar o fato tb doi espantosa ... a vida segue o seu curso normal e q ela, agora definintivamente uma mulher, seja muito feliz e o papai coruja tb ...

    Eu não saí contando para ninguém ... nem para o meu melhor amigo na época, qto mais para a família ... kkkkkk ... por motivos óbvios né ...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu imaginaria que vc, como um molo fino de familia mineira, não saiu contando para todo mundo! rsrsrsr beijo

      Excluir
  4. Não. Quando dei contei somente para uma amiga muito querida, mas isso faz parte da minha personalidade mais reservada.
    O mais bonito de sua filha é que ela tem não apenas uma, mas várias pessoas em que pode confiar para dividir um ato de intimidade. Porém o ato em si não é propriamente um rito de passagem para ela. A perda da virgindade deixou a muito tempo de ser um rito importante.Tanto é que ela mesma estava se achando um pouco deslocada por ser uma das últimas da turma a não ter entregue "sua flor"( para citar Moliére). Ela ainda é a mesma menina que chamava você para ver o conteúdo do Mr. Potty quando era criança. E sentia-se feliz quando o grande pai via a "obra" porque sabia que era o esperado dela naquela época. Não por ser apenas o grande pai, mas porque era o grande amor da vida dela. E nós naturalmente agradamos a quem amamos. Os tempos agora são outros. Quando ela fala abertamente sobre a perda da virgindade é quase um anúncio: Eu pertenço à turma dos não virgens...a turma que me aceitará melhor da mesma forma que ela foi aceita quando chamava você ao banheiro. Não se engane.....ela ainda é a mesma adorável menina de antes...Afortunada, com certeza, por ter tantas pessoas em quem confiar. A virgindade, a real flor da sua filha, só será entregue quando o coração dela for tocado da mesma maneira que você tocou o coração ela. Até lá ela ainda é a mesma menina intocada.
    bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Jose Soares, obrigado pelas lindas palavras, vc é um cara muito amoroso, esta é sua principal qualidade sabe disto não? eu realmente acho que o momento em que ela colocar no coração dela alguem realmente importante vai ser um momento unico...torço para que ela acha alguem incrivel! ....mesmo que não seja tão incrivel quanto o pai! rsrsrs

      Excluir
  5. Deve ser um momento insano quando descobre que a sua filha perdeu a virgindade, mas você teve muita sorte, porque para ela encarar com tanta naturalidade assim é porque ela tem maturidade o suficiente e provou que não é irresponsável. Pelo post passado que você escreveu, parece que de forma alguma foi de uma hora para outra ou sem cuidado nenhum. Parabéns por ter uma filha assim!

    Ps.: Só avise sua filha que usar duas camisinhas ao mesmo tempo aumenta a chance delas se romperem. :p

    Abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. rsrsrsr! obrigado TriMen! foi realmente insano! Quanto ás camisinhas eu toquei no assunto no dia seguinte... mas ai ela me explicou que não foram duas uma sobre a outra, ela me explicou que ele trocou a camisinha quando rompeu...AH! AI SIM! abraços!

      Excluir
  6. Só contei para os meus amigos e com quem tinha confiança. De resto morria de vergonha ah ah ah

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. e agora? ainda tem tanta vergonha? rsrsr

      Excluir
    2. Serei sempre um envergonhado :P rsrs

      Excluir
  7. Sei lá... Na minha adolescência me tornei alguém muito tímido. Apenas recentemente consigo falar sobre minha vida sexual, sem muita vergonha...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Cara, felizmente a minha filha é tudo, menos timida! rsrsrs A espontaneidade dela surpreende ate a mim que a conheço tão bem! abs, obrigado pelos comentarios!

      Excluir
  8. Hahahah, deve ser bem caricato para um pai tomar conhecimento da perda de virgindade da filha. :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mark, a palavra CARICATO é uma boa definição....acho que todos deviam passar por isto...rsrsr

      Excluir
  9. Ahhhh olha eu aí! Obrigada por me citar! rs
    Eu fiquei bem quietinha, morria de medo que minha mãe descobrisse. Eu me olhava no espelho para ver se não tinha mudado nada.
    Hoje vejo que foi imbecilidade, mas foi assim que eu fui educada, que sexo é ruim, pecado, indecente e que uma mulher que perde a virgindade sem ter casado, não presta!

    ResponderExcluir

Obrigado por seu comentário! Assim que possível lhe dou um retorno!