5 de maio de 2006

QUEER TV

Eu não sei se foi impressão minha, ou se é a proximidade de junho, mês do orgulho GLBT em todo o mundo, mas na TV tivemos uma grande visibilidade durante os ultimos dias.
Como destaque fica a entrevista da escritora Edith Modesto, presidente do GPH- Associação Brasileira de Pais de Homossexuais, no programa Charme da Adriane Galisteu.
Edith , que estava acompanhada por seu filho Marcello, além de outros militantes GLTTB, contou, com emoção e sinceridade, a estória da descoberta da Homossexualidade de seu filho, que também relatou este momento de confronto entre eles, ela teve até a honestidade de contar como isto a abalou e como ainda tem coisas a serem compreendidas, uma verdadeira lição de vida!
Além disto eu assisti episódios do ER, Everwood e Cold Case abordando questões que dizem respeito á homossexualidade, talvez até vocês já tenham assistido alguns, pois eles vivem reprisando as séries entre uma "temporada" e outra!
No ER, a doutora Kerry encontrava a mãe, depois de muitos anos afastadas, e contava para a mãe que era lésbica e tinha um filho.
Em Everwood o jovem Joshua, protagonista da série, apoia um amigo que se descobriu gay e não sabia como enfrentar a situação, e ele dava o maior apoio, dizendo que o amigo deveria viver isto de forma tranquila, aberta, pois esta seria a unica maneira de ser feliz, pois o amigo falava em suicidio, em desespero.
Em Cold Case (reprise que eu mesmo já havia assistido) um casal gay está prestes a se casar e um deles pede para apolicia resolver o caso de um ex companheiro seu assassinado misteriosamente anos antes, dizendo que precisava resolver esta questão antes de se casar, aliás, um episódio super legal, com direito a cenas de casamento na igreja e tudo!
Acho que isto é uma medida de como a questão da homossexualidade, como outros assuntos, já entrou definitivamente na pauta da sociedade, especialmente americana, e na maioria das vezes é abordada de forma positiva, ou no minimo, politicamente correta!

E você, acha este tipo de visibilidade importante? Ou eles só estão querendo fatura em cima do assunto?

11 comentários:

  1. a mídia leva, muitas vezes, a homossexualidade como se fosse algo anormal! É como macacos de circo! Enquanto não tratarmos a homossexualidade com naturalidade (e não é eu programa de TV que vamos conseguir) preconceito, julgamento e falta de conhecimento a respeito do assunto, estarão imperando!

    ResponderExcluir
  2. a mídia leva, muitas vezes, a homossexualidade como se fosse algo anormal! É como macacos de circo! Enquanto não tratarmos a homossexualidade com naturalidade (e não é eu programa de TV que vamos conseguir) preconceito, julgamento e falta de conhecimento a respeito do assunto, estarão imperando!

    ResponderExcluir
  3. Sinceramente, acho que qualquer aparição na qual o assunto seja levado a sério é importante!
    Se não se falar no assunto, a coisa cai no proibido! Tem que falar, aparecer, debater!]
    Agora, tem que se tomar cuidado com os estereótipos!

    Beijão!

    ResponderExcluir
  4. É o assunto tem de ser abordado com frequencia mesmo, e em grande escala, para que as pessoas o aceitem como é: Normal!

    ResponderExcluir
  5. Quanto mais visibilidade melhor, claro.

    ResponderExcluir
  6. Não importa se o pretexto é de maior popularidade entre o público gay ou é mesmo mobilizar os programas televisivos para essa "nossa" causa, é preciso mesmo que se modifique o formato straight da nossa TV, de forma a abrigar os nossos interesses.

    Se voce pensar que o fim da escravidão foi por puro interesse financeiro (de uma forma não muito confiável, mas pelo menos de alguma forma), mas que com essa alteração na nossa estrutura foi que muitas coisas tomaram impulso, o que as emissoras estão fazendo é o mínimo. Por isso, eu acho que não importa qual a intenção delas, mais vale a ação em si. Só precisamos de um olhar mais compreensivo e menos agressivo da sociedade. Quem sabe isso é o começo.

    ResponderExcluir
  7. Olá rapaz.
    Primeiro eu gostaria de agradecer sua visita ao meu blog. Espero que tenha gostado e que volte mais vezes...
    Segundo, pedir perdão por demorar a aparecer por aqui, é que não posso acessar blogs do meu serviço e em casa só entro na net aos finais de semana.
    Terceiro, eh, eh... Dizer que gostei muito do caráter concientizador do seu blog, ser homossexual e pai é uma experiência tão complexa que expor suas opiniões é contribuir muito por uma nova sociedade, uma vez que reforça a idéia de que ser homossexual não é só uma questão de sexo. Nós também podemos construir famílias com tanto ou mais amor do que as outras.
    Quarto: Opinando sobre seu post: Olha, este tipo de visibilidade é necessário, porque é necessário falar sobre homossexualidade, e, se antes, somente se via o ponto de vista preconceituoso, aos poucos, o ponto de vista "politicamente correto" foi inserido porque a sociedade, embora ainda muito conservadora em termos de valores hipócritas, gradativamente, vêem que comprar é o que importa, e gays compram. Isso levou este mercado a ser respeitado, ainda que timidamente. E a individualidade e indepêndencia de certos valores, também cresceu de tal modo que quanto mais jovens são os americanos - por exemplo - menos se importam com a sexualidade alheia. O que criam os pontos para que no futuro possamos ganhar mais espaço e respeito.
    Abraço.

    ResponderExcluir
  8. eu , sinceramente, concosrdo e gosto desta visibilidade, principalmente se estiver substituindo a forma precoceituosa e caricata com que sempre foi retaratada pela midia, acho que contribui sim...e muito!

    ResponderExcluir
  9. Adiciona Sex and the City que tem muita influencia gay, algumas pejorativas mas tem outras bem realistas.

    ResponderExcluir
  10. Já estão falando, temos que ficar de olho COMO isso está ocorrendo né. Ótimo domingo ;)

    ResponderExcluir
  11. Anônimo5:29 PM

    Your website has a useful information for beginners like me.
    »

    ResponderExcluir

Obrigado por seu comentário! Assim que possível lhe dou um retorno!