11 de setembro de 2013

ciumes que te separa dos amigos...

Eu tenho um pouco de dificuldade de entender o ciúmes... aquela percepção que a pessoa - que você ama - tem que você não está com ela por inteiro, que você mesmo namorando, casado, está sempre á espreita, em busca, de um novo amigo,  de um beijo roubado de alguém,  de uma transa fortuita...
Eu tenho um pouco de dificuldade de entender o ciúmes... eu sou aquele cara que fica com o outro por inteiro, que se dedica, que quer construir algo, eu sou daqueles que ficam juntos por um ideal, e que está junto porque quer, não porque é obrigado!
Eu tenho um pouco de dificuldade de entender o ciúmes... mas eu sei bem o que sente alguém preso pelo ciúmes...
 


No começo você acha bonitinho, fofinho, uma graça. Ele tem ciúmes, ele quer você só para ele, ele quer ficar com você o tempo todo...
Depois você, já que está apaixonado e que ama, vai cedendo um pouco - começa a dar explicações sobre o tempo que demorou para chegar, sobre com quem estava no telefone que estava ocupado, sobre quem é aquela pessoa com quem estava conversando no evento da empresa que VOCÊ trabalha, mas que convidou ele para ir junto!
 
Ai você começa a avisar todos os lugares que vai, e com quem vai, você entende o ciúmes dele e não acha nada demais você falar estas coisas para deixar ele mais tranquilo, afinal de contas você não tem nada a esconder tem?
E você nem percebe que ele sempre te liga quando você não está com ele, e que ele, meio que sem querer, quer confirmar as informações do lugar que você está, ás vezes até falar com seu amigo "para dar um oi".
E você nem percebe, na realidade percebe, mas nem liga muito, para o extenso questionário quando você chega, e nem percebe que ele está "checando" as informações, para ver se você não cai em contradição.
E você até acha bonitinho ele te ligar e te inquerir tantas vezes por dia, de saudade, afinal de contas você não sente aquele ciúmes, você não percebe que está sendo vítima de algo. Você é adulto, sabe se virar não sabe?
E além do que...você não quer arranjar encrenca, não quer brigar por algo que você não vê motivo.
 
Ai você começa a se afastar dos seus amigos, começa a não fazer nada sozinho - o cinema que você gosta, ou a exposição que ele não quer levantar cedo - para não ter que dar muito explicação, e, afinal de contas, vc gosta de ficar com ele não gosta?
 
Ai você se afasta dos amigos, porque ele não gosta muito de seus amigos que são muito cabeça e ele gosta de gente mais divertida, e você não quer ir sozinho e ter que ficar se explicando, e se afasta das baladinhas porque ele acha  que tem cara que dá em cima de você (me poupe! rsrsrsr) , mesmo você querendo ir só se divertir e espairecer...
 
E quando você se chateia e fala algo, o argumento "se você não está fazendo nada errado porque não pode me contar?" acaba te vencendo...

E quando o casamento acaba você está longe de seus amigos e nem sabe fazer nada sozinho... Mas isto é culpa minha tá certo? Eu mesmo que deixei isto acontecer, eu que concordei que não tinha "nada a dever" e então não tinha motivo para não me explicar....
 
Mal sabia eu que aquele ciúmes todo não era amor, era apenas a projeção de coisas que ele fazia e também me achava capaz de fazer!
Mas esta lição eu aprendi, e tomei consciência. Isto não vai mais acontecer! Vc pode sentir ciúmes de mim, mas tem que confiar em mim! Se quiser ficar comigo!


Já passou por isto? Já teve um ciumento na sua vida?


12 comentários:

  1. Um ciumento? Vivo com um há 26 anos...já tenho meu lote no céu, com vista para o Senhor...
    Abs!

    ResponderExcluir
  2. Ciúmes é uma coisa terrível, realmente. Sempre achei! Confesso que no começo do meu relacionamento com a Paula eu sentia aquele ciúmes bobo de adolescente, especialmente porque morávamos em cidades diferentes, então eu sentia ciúmes de todo mundo que podia estar diariamente com ela! rs! Mas depois isso passou e, atualmente, completando 12 anos juntas, não existe mais isso. Mas, pra não rolar ciúmes, o relacionamento precisa ser construído com base em confiança. Por outro lado, acho que eu não conseguiria ficar com ela se não confiasse! Então, é uma coisa que puxa a outra, sabe?
    Engraçado que muitos adoram dizer que mulheres é que são ciumentas, porém o que eu vejo não é bem isso! Acho que os homens são muito ciumentos também (talvez até mais), e às vezes nutrem um ciúmes doentio e até perigoso (vide os casos de crimes passionais)!
    Acho que eu não daria conta de ficar com uma pessoa ciumenta, não! :/

    Beijos!

    ResponderExcluir
  3. É um assunto bem complicado. Eu sinto ciúme mas procuro não externá-lo e muito menos privar o outro de fazer qualquer coisa ou estar com qualquer pessoa. Porque ciúme é doentio. Racionalmente sou contra. Mas o coração, este ainda não domei.

    No seu caso, se eu fosse seu namorado e lesse um texto desses (ou tivéssemos uma conversa deste tipo) acho que eu ficaria tranquilo. No mínimo, me sentiria impelido a confiar "cegamente".

    ResponderExcluir
  4. Ciumes é bom é legal. Graças a Deus que eu sou daqueles que sente ciumes e que não aparente mas as vezes vale a pena brincar um pouco de ter ciumes. Meus amigos são assim sentem ciumes mais não falam apenas demonstram com atitudes de que não gostaram nem um pouco da minha possível amizade mais isso eu entendo que é uma forma de proteção né rsrs. Thomas

    ResponderExcluir
  5. Um ciumento? Vivo com um há 38 anos [quasse 39] ... já tenho meu lote no céu, com vista para o Senhor... [2]

    kkkkkkkkkkkkkkk

    ResponderExcluir
  6. Tudo em demasia pode causar problemas!
    Excesso de ciúmes pode ser interpretado como tolhimento.
    Inexistência de ciúmes pode ser interpretado como descaso!
    Todo relacionamento, seja de longa ou curta duração, envolve o sentido de posse. Queremos ser possuídos e possuir.
    Vida a dois sem ciúme não é vida a dois. É santificação!
    A dose do ciúme determina a confiança, importância ou a NÃO confiança e NÃO importância do companheiro.
    Cabe a cada dupla descobrir se a sua dose de ciúmes é direcionada ao parceiro ou se tem origem em algum outro medo que não seja a perda do amado!
    Bjs

    ResponderExcluir
  7. Olá, muito bom ler teu post, fala de uma forma tranquila e com conhecimento de causa rs...acredito que o ciúme como tantos outros dramas dos relacionamentos, não passam de invenções que nós mesmos criamos, mas como se diz, somos humanos...teu texto tem algo que me segura, além da qualidade da abordagem, tem humor, e isso é fundamental, e tem figurinhas rs.
    Há muito tempo estou só, então ciúme é algo que não ando criando rs...falaste no afastamento dos amigos, no meu caso tenho ciúme dos amigos, não um ciúme sexual, mas ciúme de não querer dividir o amigo (é horrível isso), mas pelo menos só um sai machucado, no caso eu, e já fico feliz por não fazer ninguém sofrer. Não sei se meu comentário acrescenta alguma coisa, mas foi muito bom pra mim. Obrigado.
    ps. Meu carinho meu respeito meu abraço.

    ResponderExcluir
  8. Muito bom esse post!

    Nunca tive relacionamentos, mas sei que sou ciumento. Muito. Mas ao mesmo tempo sei que isso é desagradável e das vezes que senti, consegui perceber que era demasiado e desde então procuro me policiar.

    Acabei me tornando daqueles que ficam com o ciúme lá dentro corroendo, mas que não fala pra não criar problemas. E não conseguiria conviver com alguém ciumento. Cobranças me afastam, me desgastam, ele provavelmente me perderia com o tempo.

    Abraços.

    ResponderExcluir
  9. É interessante como você consegue esmiuçar o assunto de forma tão tranquila e suave. Confesso que só em ouvir essa palavra "CIÚMES" sinto calafrios!!! hehehehe Não tenho boas recordações disse e fujo de todo e qualquer sintoma.

    Bom, só pra relaxar, convivo com meu companheiro há 11 anos e nos 3 primeiros, ele vigiava até meu celular... só que eu mostrei pra ele que era o ÚNICO! Daí ele sossegou...ufa! Hoje vivemos em paz!

    Grande abraço

    ResponderExcluir
  10. acho que as pessoas gostam de alguém ciumento, já que isso mostra um interesse. não sentir ciúmes pode passar um pouco de indiferença.

    ResponderExcluir
  11. Cara, que postagem f***. Eu sou do tipo que tem a certeza de " quem procura, acha ". Então pra quê ficar procurando ? Eu deixo acontecer. Cada um que lide com sua própria consciência, com seus princípios, etc. Se fizer algo de errado, que faça direito e não me deixe descobrir. Simples assim. Abração.

    ResponderExcluir
  12. Post perfeito! É tudo o que penso a respeito. Tenho dificuldade de entender ciúme, não gosto de parceiro ciumento, me irrita profundamente e não gosto que fiquem provocando para que eu sinta ciúme, porque dificilmente vou sentir, a menos que esteja acontecendo algo de verdade, sendo esfregado na minha cara. Como já ocorreu algumas vezes. Então sou do lema viva e deixe viver. Se que viver comigo tudo bem, mas essa coisa de se fechar um no outro não foi feito para mim. Aliás eu estou chegando a conclusão que relacionamentos nos moldes que existem, não me adapto a eles... rs.

    Beijocas

    ResponderExcluir

Obrigado por seu comentário! Assim que possível lhe dou um retorno!